Em vez de ler, que tal ouvir?

Todo mundo erra — mas alguns erros podem custar mais caro do que outros. É o que acontece com os erros de logística. A logística é uma das principais áreas do atacado distribuidor e tem impacto direto nos resultados deste.

A ABML, Associação Brasileira de Movimentação e Logística, estima que a logística represente cerca de 19% do total do orçamento de uma empresa. No atacado distribuidor, no entanto, esses custos podem ser ainda maiores considerando que a logística é uma atividade base do funcionamento da empresa.

Isso significa que quaisquer erros de logística podem representar perdas para o atacado distribuidor, seja de receita, reputação da marca ou satisfação do cliente.

Para que isso não aconteça com você, listamos abaixo os 8 principais erros de logística cometidos pelo atacado distribuidor.

Erros de logística: os principais do atacado distribuidor

Compilamos os erros de logística que vemos acontecer continuamente no mercado para que você possa aprender a solucioná-los antes que prejudiquem sua operação.

Mas, antes, dá uma conferida no nosso vídeo, adiantando um pouco do que você verá por aqui:

Pronto? Vamos lá!

1. Não apostar na tecnologia de gestão logística

Quanto tempo as empilhadeiras no seu processo de logística ficam paradas? Quantos caminhões você já viu saindo “meio cheios” (ou seria “meio vazios”)? Quantas vezes atrasos nas entregas aconteceram porque o motorista do caminhão não conseguia se comunicar com o escritório?

Quando sua operação não se apoia na tecnologia, são essas as consequências.

A digitalização tem sido um impulsionador significativo para a gestão de logística. A tecnologia torna mais fácil escolher os produtos no depósito, bem como controlar as mercadorias em trânsito e no estoque.

O uso de tecnologia desatualizada, por outro lado, significa que a empresa não pode se comunicar adequadamente com os clientes e fornecer informações sobre o status do pedido.

Pense em como seus resultados financeiros podem melhorar apenas aumentando o tempo de atividade de cada elemento de sua cadeia de logística.

Ao eliminar processos manuais e utilizar fluxos de planejamento digital para otimizar o uso de caminhões, planejar rotas e acompanhar entregas, você pode criar um ambiente em que cada ponto de contato na logística funcione em sinergia com o próximo.

Isso significa que coisas como caminhões com cargas praticamente vazias (que, impressionantemente, são comuns na logística de entregas) podem ser amplamente eliminadas com o uso de processos de programação mais adaptáveis.

Por exemplo, você pode rastrear o histórico de pedidos de seus clientes em tempo real por meio de integração sofisticada com seu ERP para que possa determinar matematicamente qual é o momento ideal para enviar uma determinada remessa, pesando os custos relativos de esperar por um caminhão mais cheio em comparação com concluir a operação mais rapidamente.

2. Usar processos manuais na gestão da operação

Não tem jeito: processos manuais estão sujeitos a erros e são pouco eficazes. É por isso que, não só na logística, aumenta cada dia mais o número de empresas que investem em ferramentas de automação.

Pense na quantidade de trabalho realizada na sua logística que não exige pensamento crítico ou estratégico. Essas tarefas poderiam ser facilmente automatizadas para que seus profissionais que as realizam sejam liberados para atividades de maior valor.

Por exemplo: se antes você precisava aguardar o motorista retornar ao armazém para entregar uma ordem de conclusão de entrega a um dos seus funcionários, que só então ia registrar os pedidos finalizados, hoje o próprio motorista pode fazer o aviso em campo, por meio de um app no celular.

Não é só tempo que a automação dessas atividades de baixo valor economiza para você. Ela também evita que erros aconteçam (afinal, errar é humano, certo?).

Seu funcionário pode se confundir com uma ordem e digitar no sistema que um pedido que ainda não foi entregue está finalizado, por exemplo. Imagina a dor de cabeça para resolver isso depois?

Empresas de todos os setores estão buscando automatizar seus processos internos para reduzir custos e ganhar eficiência — e o atacado distribuidor não pode ficar para trás.

3. Ter atividades operacionais com custos elevados

Nem sempre a melhor saída é fazer tudo internamente — afinal, como falamos no tópico anterior, algumas atividades são essenciais para que a operação funcione, mas são de baixo valor.

Isso significa que ter profissionais internos altamente qualificados para realizar atividades que estão abaixo do seu nível de conhecimento pode acabar custando muito ao atacado distribuidor.

Além da automação, a terceirização de alguns processos internos pode reduzir custos logísticos, ao contrário do que muitos pensam.

Basta pensar que manter profissionais altamente qualificados na sua empresa é caro. A não ser que eles estejam desempenhando tarefas que realmente tragam valor à cadeia logística, você não estará vendo retorno sobre o seu investimento.

A terceirização pode tanto liberar sua equipe para que eles trabalhem em atividades mais estratégicas quanto permitir que você reduza o pessoal, caso ache necessário. Insistir no contrário é umdos erros de logística que você não deve cometer.

4. Não cumprir com os prazos prometidos

Ok, a gente sabe que, às vezes, é você o responsável por cumprir prazos mirabolantes que os vendedores fazem na hora de fechar uma venda.

No entanto, por mais mirabolantes que os prazos sejam, cumpri-los é essencial para garantir a satisfação do cliente com o atacado distribuidor.

Os prazos de entrega, muitas vezes, são oferecidos como parte de um pacote de benefícios para que o cliente feche uma venda. Não cumpri-los significa manchar a reputação da empresa como um todo, o que tem impacto direto nos seus resultados financeiros.

Uma operação eficiente é parte fundamental para evitar esses erros de logística. Você precisa ser capaz de enxergar em um dashboard geral todos os pedidos pendentes, aqueles que são mais urgentes e a localização de cada um para que possa montar rotas eficazes.

Além de garantir a entrega no prazo, isso também permitirá economizar em custos com combustível e horas de trabalho de cada motorista.

5. Não ter métricas claras de desempenho

A maioria das empresas hoje mede o desempenho da logística em algum grau, mas nem sempre foi assim.

Apesar do aumento da consciência da necessidade de indicadores-chave de desempenho (KPIs) significativos, muitas organizações falham em medir suas operações de logística corretamente.

Se você puder evitar cometer esse erro na sua operação de seu depósito, isso ajudará muito a evitar alguns dos outros erros de logística.

Por exemplo, vamos rever brevemente o erro nº 3… Aproveitar as habilidades da sua equipe para as tarefas certas certamente ajudará você a acertar no envio de mercadorias, mas sem aplicar algumas métricas que permitam acompanhar como tudo está indo, é fácil ignorar processos ineficientes.

Conforme estamos vendo, o atacado distribuidor pode enfrentar diversos erros de logística, mas com os KPIs corretos, será possível identificá-los sem que afetem o desempenho e causem prejuízos à organização.

Algumas métricas a serem aplicadas no envio de mercadorias incluem “porcentagem da carga do caminhão utilizada” e “tempo desde o recebimento do pedido até a entrega”. Juntos, esses dois KPIs o ajudarão a identificar maneiras de otimizar os processos de envio e reduzir os custos.

6. Falhar com a comunicação interna e externa

A logística no atacado distribuidor depende de um relacionamento estreito entre logística e vendas. Quando um pedido é enviado, o cliente quer saber qual o status dele e a previsão de entrega para que possa se programar e evitar problemas como a ruptura de gôndola.

Os varejistas temem ficar no escuro sobre o status do pedido. Se um cliente perguntar sobre seu pedido, o vendedor deve saber responder. Por isso, a logística deve ser transparente sobre as programações de remessa, mas nem sempre é o caso.

A comunicação clara na empresa é essencial para evitar erros de logística. E isso vale para os dois lados.

Tanto a logística deve conseguir se comunicar com vendedores e motoristas externos para que possa acompanhar de perto os status dos pedidos, quanto os vendedores e motoristas precisam ter comunicações claras para que a logística não erre.

Pedidos mal preenchidos ou com erros podem atrasar o planejamento logístico, assim como imprevistos na rota dos motoristas. Tudo isso pode ser evitar se as equipes em campo tiveram ferramentas de comunicação eficiente em mãos, conectadas direto ao escritório central.

7. Planejar rotas de maneira informal

O mau planejamento de rotas é um dos erros de logística mais significativos no atacado distribuidor. Afinal, quanto menos eficientes forem suas rotas, mais gastos você terá.

Imagine, por exemplo, que você tenha dois clientes em uma mesma região e que esses dois clientes tenham feitos pedidos em épocas próximas.

Sem um planejamento de rotas eficaz, você pode acabar não enxergando o quadro geral, enviando as entregas em duas remessas diferentes.

Além de perder tempo, você gasta mais com as horas dos seus motoristas e com combustível, dois dos maiores custos que impactam seu orçamento.

Com um planejamento eficaz, pelo contrário, você pode reduzir esses custos ao máximo, ao mesmo tempo que garante que tanto um cliente quanto o outro tenham seus pedidos atendidos no prazo combinado.

8. Não controlar os horários de trabalho dos motoristas

O controle das horas de trabalho dos seus motoristas também é feito de forma manual? A essa altura do artigo, você já deve ter percebido que isso, também, é um dos grandes erros de logística.

Seus motoristas estão em campo, trabalhando o dia todo. Isso significa que é difícil realmente controlar a jornada de trabalho deles.

Na verdade, era difícil, antes de termos as ferramentas certas disponíveis.

Hoje, soluções móveis instaladas nos celulares dos motoristas podem resolver esse problema. Além de permitir que eles “batam ponto” de onde estiverem, as soluções também possibilitam que você, gestor, acompanhe a localização em tempo real de cada um deles.

Isso permite que tenha uma visão holística da sua equipe em campo, podendo fazer ajustes conforme julgar necessário a partir dos dados que recebe.

Quer conhecer algumas das tendências de logística para 2021? Ouça o nosso MáximaCast abaixo!

Resolvendo os erros de logística: os benefícios da tecnologia

Já ficou bem claro que o uso da tecnologia é a solução para grande parte dos erros de logística. Mas não é qualquer tecnologia: é a tecnologia certa.

Com o investimento em poucos softwares simples de usar, você pode eliminar todos os problemas que listamos acima.

Está duvidando? Então deixa a gente te mostrar!

O maxMotorista, por exemplo, permite que seu motorista tenha em mãos tudo de que precisa para realizar as entregas no prazo, se comunicar com você e ainda enviar dados que ajudarão na sua tomada de decisão.

Em outra frente, o maxRoteirizador permite a visualização de janelas de entregas e pedidos pendentes em um mapa para que você possa criar rotas automaticamente, de acordo com os parâmetros que você define.

Ele também considera a ocupação de carga de cada caminhão para que nenhum seja enviado com uma capacidade menor que deveria.

No fim das contas, com esses dois softwares, sua empresa pode desfrutar dos seguintes benefícios:

  • Acompanhamento das entregas em tempo real e notificação de status para informar aos clientes;
  • Aproveitamento da cubagem máxima do caminhão economizando a frota e garantindo seu melhor uso;
  • Criação de rotas inteligentes que reduzem o consumo de combustível e as horas de trabalho dos motoristas
  • Controle sobre a jornada de trabalho dos motoristas para otimização do tempo de trabalho deles;
  • Comunicação em tempo real com motoristas caso haja mudanças na programação ou novo envio de rotas;
  • Automação de atividades de baixo valor que passam a ser feitas em menos tempo e com mais eficiência;
  • e muito mais!

E então, você se identifica com algum desss erros de logística? Conheça as soluções da Máxima Sistemas para a logística do atacado distribuidor agora mesmo! Entre em contato conosco e solicite sua demonstração.