,

Como identificar ruptura de gôndola no seu negócio?

Em Vez de ler, que tal ouvir?

Deixar faltar um produto no seu negócio é um problema que deve ser evitado a todo custo pelas empresas, e, portanto, identificar ruptura é essencial nesse processo.

A ruptura acontece tanto no mercado online quanto offline. Portanto, podemos dizer que identificá-la afeta diretamente a lucratividade do negócio, pois não ter os produtos tem como consequência a perda de vendas.

A seguir, saiba mais como identificar ruptura de gôndola no seu negócio.

O que é ruptura de gôndola?

Como vimos, a ruptura de gôndola é a indisponibilidade de determinada mercadoria no ponto de venda. Para um setor que está interessado em aumentar vendas e consequentemente sua lucratividade, esse é um cenário bastante desfavorável.

Para os compradores, existe a decepção por não encontrar o produto que estavam procurando e a possibilidade de fazerem uma avaliação negativa para a loja. Além disso, existe o risco de a marca ser substituída e perder a preferência em uma próxima compra.

Afinal, não é impossível que o comprador acabe se identificando mais com a nova opção feita em substituição ao produto não encontrado.

Entenda os tipos de ruptura de gôndola para identificá-la com mais facilidade

A ruptura de gôndola é dividida em quatro categorias.

  • Abastecimento: Significa que a loja realmente não tem o produto. Esse tipo de ruptura de gôndola reflete falhas na gestão de compras;
  • Sortimento: Esse tipo de ruptura acontece quando o cliente busca por um produto que a loja não trabalha. Geralmente, trata-se de um reflexo de falha de comunicação da loja com seus consumidores;
  • Exposição: Aqui, o produto existe no estoque, mas não foi exposto na gôndola. Estamos falando de uma falha no ciclo de reposição, e, portanto, algo que pode ser resolvido ao identificar ruptura;
  • Fantasma: Neste caso, o produto está exposto, mas de uma maneira ruim, pois o cliente não consegue encontrá-lo. Isso mostra claramente uma falha na exposição do item.

Por que é importante identificar ruptura de gôndola?

Um dos principais motivos para se preocupar com a ruptura de gôndola é a perda da lucratividade, já que se for algo recorrente e você não identificar ruptura, certamente haverá uma inibição nas vendas.

Além disso, se seu negócio sofre com a ruptura de gôndola pelas seguintes razões:

  • Decepção dos compradores, gerando uma possível avaliação negativa para a marca e para a loja;
  • Substituição do produto por outro da mesma marca ou, em um pior cenário, da concorrência;
  • Seu cliente pode desistir da compra, ou seja, você pode perder venda e lucratividade;
  • Mudança da compra para outro momento, que pode ou não se realizar;
  • Busca do seu cliente por outro local que possa ter o produto desejado.

Ou seja, existem vários motivos para se preocupar em identificar ruptura de gôndola, pois as consequências desse problema são prejudiciais para o negócio.

Se você preza pela opinião dos seus clientes, pela imagem da sua empresa e principalmente não quer perder vendas, confira agora nossas dicas para identificar e principalmente evitar uma ruptura dos produtos no seu PDV.

 

 

 

Como identificar ruptura de gôndola?

Saber como identificar ruptura de gôndola é extremamente benéfico para não perder vendas. Afinal, quando um cliente não encontra o que está buscando, ele pode partir para o concorrente.

Mas como identificar ruptura para afastar esse problema?

Saiba quais são as causas de uma ruptura de gôndola

Uma das principais providências que os empresários precisam ter para identificar ruptura e evitar que este problema aconteça é entender o que está ocasionando a situação.

São diversos fatores para a ocorrência dessa ruptura de gôndola, e, por isso, é de suma importância identificar o problema para conseguir solucioná-lo. Veja possíveis causas:

  • Atrasos nas mercadorias ou problemas nos prazos para reposição podem ocasionar a falta dos produtos;
  • Furtos, que podem ser externos ou internos;
  • Falta de organização;
  • Problemas no gerenciamento do estoque;
  • Falta de acompanhamento nas vendas.

Ao identificar ruptura de gôndola, é possível fazer um trabalho de prevenção, promovendo melhorias nos pontos que mostraram qualquer deficiência.

Fique de olho no estoque de vendas

O controle de estoque é uma das operações mais importantes do dia a dia do varejo, e um ponto fundamental para evitar a ruptura de gôndola.

Como falamos, uma das causas desse problema é o atraso da chegada das mercadorias, e um excelente controle de estoque garantirá que o comprador saiba com antecedência os produtos que precisam ser repostos.

O controle de estoque é a base para controlar e mitigar a ruptura de gôndola. Com o uso de ferramentas adequadas, é viável ter um controle de estoque eficiente.

Não importa se o seu negócio é online ou físico, é fundamental ter um software para ajudar a controlar o estoque e implementar processos para conferir e repor suas mercadorias.

Se atente à organização para ajudar a identificar ruptura de gôndola

Muitos problemas de ruptura de gôndola poderiam ser evitados com uma boa organização.

Para ter as informações certas e fazer uma análise de dados minuciosa para identificar ruptura de gôndola, a organização é imprescindível. Dessa forma, será possível saber dados importantes como por exemplo:

  • Quais são os produtos que estão à venda;
  • Como se atentar às datas sazonais para não deixar de ter os produtos disponíveis;
  • Quando o estoque precisa ser reposto e em qual quantidade;
  • Quais são as responsabilidades de cada um para evitar a ruptura de gôndola.

Por isso, se planejar ajuda seu estabelecimento a se antecipar sobre incertezas, pois há como agir no tempo certo para evitar a ruptura.

Realize inventários

Ir a um local e não encontrar o produto que estava buscando pode gerar uma frustração e acabar com o encantamento do possível comprador. Além de perder a venda naquele momento, existe uma chance de esse consumidor comprar com o seu concorrente e não voltar mais para a sua empresa.

A ruptura de gôndola é totalmente prejudicial para os empresários, pois afetam diretamente as vendas. Por isso, fazer um inventário é fundamental para que sua equipe tenha dados corretos de reposição, evitando a falta de produtos na gôndola.

Realizar inventários é um grande aliado no combate a esse problema, pois fazer a contagem dos produtos em estoque é a melhor forma de evitar o risco do comprador entrar no seu negócio e não encontrar o produto desejado.

A partir do momento que você tiver certeza de tudo o que está em seu estoque, será mais fácil implementar processos automatizados de compras e principalmente avisos de ruptura de gôndola, alavancando, assim, os resultados da sua loja.

Somente por meio de uma contagem minuciosa é que você conseguirá evitar que a falta de produto aconteça.

Além disso, salientamos que esse não é um trabalho que precisa ser feito uma única vez. É essencial estabelecer uma periodicidade para a realização do inventário para evitar problemas que afetam o seu faturamento.

Mapear e evitar essa ruptura de gôndola é um dos grandes desafios diários que o mercado exige.

Confira relatórios

Em seu negócio existem alguns produtos que representam um maior giro ou uma parte maior do faturamento da loja. E com isso, se eles faltarem, os reflexos negativos serão maiores.

Por esse motivo, é fundamental conferir relatórios que trazem os melhores KPIs (indicadores de vendas e estoques) por departamento ou categorias específicas. Desta forma, você coloca uma atenção especial para produtos da curva A, ou seja, os que representam um maior impacto no faturamento.

Quando o assunto é identificar ruptura de gôndola, uma boa forma de se proteger contra maiores prejuízos financeiros é evitar o desabastecimento de produtos-chave, e informações confiáveis vão te ajudar a adotar soluções inteligentes.

Além de garantir a venda, você também estará trabalhando uma boa experiência do cliente.

Conte com a ajuda de um software

Um sistema CRM é essencial para identificar ruptura de gôndola, pois ele vai muito além de uma ferramenta que automatiza funções. Em um cenário em que a concorrência é tão grande como hoje em dia, ele pode ser um diferencial.

Isso porque o sistema fará funções como:

  • Listar todos os registros de compras feitas;
  • Identificar o comportamento de consumidores, e também os produtos mais ou menos vendidos;
  • Trazer um fluxo de informação sobre acontecimentos na sua empresa (relatórios);
  • Filtrar informações importantes de compra de consumidores;
  • Identificar possíveis oportunidades de promoções e estratégias de conversão.

Portanto, o uso de um software é uma decisão estratégica para evitar a ruptura de gôndola, e também pode ajudar a gerar vendas recorrentes. Um sistema moderno é fundamental para o lojista e clientes.

Como a tecnologia evoluiu, ela traz grandes oportunidades de uma gestão da gôndola mais eficiente e com um custo baixo para seu estabelecimento.

Ao escolher um sistema, existe a possibilidade de acompanhar, em tempo real, o desabastecimento ou giro de produtos, e agir para tomar as devidas providências de reposição de estoques.

Além disso, ao contar com a automação de algumas tarefas mecânicas, sua rotina ficará mais otimizada, o que abre espaço para que seu negócio foque no que é mais estratégico.

Os setores da empresa precisam estar alinhados

Para que você possa identificar uma ruptura de gôndola e evitar esse problema, setores como logística de gôndola, e estes setores são cruciais para que esse processo seja feito de forma correta.

A ajuda do software é de suma importância para ter um financeiro e compras operando de forma alinhada. Se isso não estiver acontecendo, é fundamental tomar providências para que não haja problemas com seu estoque de produtos.

Isso se deve porque as compras e o abastecimento de produtos precisam ser feitos de forma correta para evitar a ruptura e a comunicação entre estas áreas vai reduzir muito suas chances de ruptura de gôndola.

Treine sua equipe

É fundamental ter uma equipe treinada, pois é preciso que todos os envolvidos saibam operar um sistema ou fazer a leitura de um relatório, por exemplo.

Conforme já falamos, a ruptura de gôndola pode ocorrer por uma simples disposição de produto mal feita dentro do estabelecimento ou mesmo por deficiência na reposição. Tudo isso pode ser facilmente evitado, com o treinamento devido da equipe.

Agora que você já sabe como identificar uma ruptura de gôndola no seu negócio, comece agora mesmo a tomar providências para evitar esse problema que pode ser tão prejudicial para suas vendas e também para a imagem da sua empresa.

Gostou do nosso artigo? Então, aproveite para baixar o nosso ebook Trade Marketing para Distribuidores: dicas de ouro para planejar o PDV.

Thiago Melo
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments