pedido perfeitoEm vez de ler, que tal ouvir?

Pedido perfeito é uma métrica que mede a eficácia do atendimento do suprimento em um nível transacional, que, então, é agregado para relatórios de nível superior.

Nos últimos anos, esse indicador tem ganhado muita importância –  sobretudo nas organizações que entenderam a importância de melhorar o planejamento e a execução da operação logística para obter diferenciais competitivos.

Neste artigo, veremos em profundidade como a métrica do pedido perfeito é importante, e o que ela diz sobre o planejamento logístico.

Acompanhe!

→ Comece vendo este vídeo rápido com dicas de livros para gestores de logística e supply chain:

Pedido perfeito: uma métrica composta que indica “perfeição” ou precisão

Na prática, um pedido perfeito de um fornecedor é aquele que contém o produto ou serviço certo, sendo entregue ao cliente certo e no lugar certo.

Para começar, é importante saber que temos um pedido perfeito quando ele é composto pelos seguintes níveis:

  1. é entregue 100% no prazo;

  2. na quantidade certa (taxa de preenchimento de 100%);

  3. na condição certa e embalagem (100% “qualidade” em relação ao cumprimento);

  4. com a documentação certa (atualmente, cada vez mais eletrônica).

Também conhecido como “Ordem Perfeita”, o pedido perfeito é uma métrica fortemente orientada para a logística. No entanto, ela tem uma grande relevância para a aquisição; por exemplo, como aplicá-lo aos serviços.

Outro ponto relevante: pedido perfeito é uma métrica composta. Isso significa que seis valores são definidos por uma fórmula matemática envolvendo outras métricas (elementares ou compostas, previamente definidas).

Em outras palavras, é calculado a partir de métricas de nível inferior, neste caso por meio da multiplicação direta dos quatro níveis que vimos anteriormente.

Sendo assim, é correto afirmar que a ordem perfeita é uma métrica composta, muito difícil de obter acima de 80% devido à sua natureza multiplicativa.

→ Baixe agora o eBook Roteirização logística: a solução definitiva para otimizar suas entregas!

Uma métrica fundamental no planejamento logístico

Relembremos o seguinte: uma métrica de logística é uma medida de desempenho usada para rastrear, visualizar e otimizar todos os processos logísticos relevantes, de maneira eficiente. Entre outros, essas medidas se referem a aspectos de transporte, armazém e cadeia de abastecimento.

Neste sentido, a taxa de pedido perfeito é uma métrica de logística altamente importante quando se trata, por exemplo, da eficiência da sua cadeia de suprimentos. Ela mede a quantidade de pedidos que são processados, enviados e entregues sem nenhum incidente no caminho.

O tempo de envio e o de entrega são respeitados, o pedido não está errado e a mercadoria não está danificada – essas condições são importantes porque mostram a eficiência da cadeia de suprimentos e serviços de entrega. E isso leva, claro, a clientes mais satisfeitos, que estão dispostos a voltar ou fazer recomendações para seus pares e parceiros.

Na prática, quanto mais alta for essa taxa, melhor para o negócio. A empresa perderá menos dinheiro com devoluções de mercadorias imprecisas ou danificadas, e aumentará o nível de satisfação de sua base de clientes.

Para alcançar uma excelente taxa de pedido perfeito, são realizadas melhorias contínuas em diversos processos logísticos. Isso começa no planejamento e vai até atividades do controle de processos, passando pela coordenação e execução da operação e da gestão. Dessa forma, garante-se melhor produtividade, qualidade e controle, o que leva, também, à redução de custos no armazém.

→ Baixe agora o Guia completo para gestão por indicadores do atacado distribuidor!

Como calcular a métrica de pedido perfeito e monitorá-la sem distorções

Como vimos, o pedido perfeito é calculado a partir da eficiência das etapas de um pedido. No “conjunto da obra”, que é o que interessa para a gestão logística no final do dia, o desempenho em pedido perfeito é mensurado da seguinte forma:

(% de pedidos entregues no prazo) x (% de pedidos concluídos) x 

(% de pedidos sem danos) x (% de pedidos com documentação precisa) 

x 100.

Em linhas gerais, as organizações têm um índice de pedido perfeito de 90% — cerca de 10% de todos os pedidos enviados apresentam algum tipo de falha. Isso é o que aponta a American Productivity and Quality Center (APQC), maior autoridade mundial em benchmarking, melhores práticas, melhoria de processos e desempenho e gestão do conhecimento.

→ Leia também: Os principais kpis na distribuição logística de suprimentos!

Conclusão

O que a métrica do pedido perfeito diz sobre seu planejamento logístico?

Em resumo, o pedido perfeito é um dever para todos os gestores de logísticas. Quando há uma taxa baixa dessa métrica, ela deve ser vista como um abrir de olhos para as organizações – especialmente para aquelas que usam métricas funcionais, como remessas no prazo e taxa de preenchimento de linha/unidade como um proxy para a satisfação do cliente.

O que se sabe é que há espaço para as organizações melhorarem no que diz respeito ao índice de pedidos perfeitos.

Como essa medida abrange várias atividades de logística, as organizações podem decompor os fatores em uma ordem perfeita para determinar se as atividades individuais podem se tornar mais eficientes.

Melhorar a capacidade de receber mercadorias corretamente, alocar estoque rapidamente, entregar produtos no prazo e enviar faturas precisas pode levar a um melhor desempenho dos pedidos. Para tanto, é preciso definir, monitorar e trabalhar para a melhoria contínua, também, de indicadores como a avaria.

A boa notícia é que fazer tudo isso está cada vez mais fácil por conta da tecnologia — entenda, neste artigo, a importância da automação logística. Todas os indicadores que compõem a métrica do pedido perfeito podem ser planejados e acompanhados dentro de um bom sistema de gestão dessa área.

→ Veja agora a gravação do episódio 43 do MáximaCast, o podcast da Máxima Tech, no qual especialistas debatem sobre como a curva ABC resolve grande parte dos problemas relacionados à organização de estoque e também mostra onde o time de vendas deve atuar mais, gerando mais lucratividade para sua empresa!

Que tal, ficou claro o conceito de pedido perfeito? Conseguimos lhe mostrar como essa métrica é importante para o seu planejamento logístico? Deixe seu comentário!