Qual a importância do custo de transporte para a logística
Em vez de ler, que tal ouvir?

Você já parou para pensar com mais cuidado sobre qual a importância do custo de transporte para a logística e como ele está associado a uma operação logística mais custo-eficiente?

Na correria do dia a dia, por vezes, assumimos um comportamento mais reativo, lidando com problemas, desperdícios e gastos acima do previsto conforme eles vão surgindo. No entanto, uma boa gestão proativa dos custos logísticos é cada vez mais central para o sucesso do atacado distribuidor, que está inserido em um ambiente de negócios dinâmico e no qual o descontrole pode levar facilmente à perda de clientes e da rentabilidade.

Por isso, é crucial adotar boas práticas que ajudem a manter a operação logística em um elevado nível de excelência, mas com gastos que fiquem dentro dos limites estabelecidos. E, para se conseguir isso, é fundamental atuar na otimização do custo de transporte, que são tão impactantes no composto dos custos logísticos das empresas integrantes da cadeia de abastecimento.

Preparamos este artigo para ajudá-lo nesse desafio. Continue a leitura e saiba mais sobre qual a importância do custo de transporte para a logística e veja dicas para mantê-lo controlado e otimizado e, ainda, obter benefícios adicionais para a excelência logística e para a satisfação e retenção de seu cliente. Acompanhe a seguir.

O que constitui o custo de transporte?

Para entender qual a importância do custo de transporte para a logística, é preciso, primeiramente, compreender o que compõe o custo de transporte.

O custo de transporte é parte integrante dos custos de logística da empresa – assim como aqueles relacionados a armazenamento, mão de obra, entre outros.

Fazem parte dele os gastos relacionados a tarefas de coleta, entrega e transferência, à segurança na operação de transporte, custos administrativos (as chamadas despesas indiretas), custos com depreciação de veículos próprios, manutenção dos veículos, entre outros variáveis e adicionais.

Conforme estudo, o custo de transporte, geralmente, representa algo em torno de 1 a 2% do faturamento da empresa, porém ele pode chegar a até 7%, de acordo com o tipo de produto transportado e outras peculiaridades da operação logística.

Entenda mais sobre o impacto do custo de transporte no custo logístico e dicas para reduzi-lo, confira o MáximaCast #40:

Qual a importância do custo de transporte para a logística do negócio?

Há uma máxima que afirma que “só se controla aquilo que se gerencia”, isso é, para fazer uma boa gestão de custos de transporte, é preciso, primeiro, conhecê-los. Isso ilustra bem qual a importância do custo de transporte para a logística e para o sucesso operacional e financeiro da empresa.

O custo de transporte é elemento crucial para a realização de variadas tarefas dentro da gestão logística das empresas. Por isso, ele é um dos indicadores de desempenho mais usuais utilizados por negócios cuja operação dependem em boa medida da logística.

Entender qual a importância do custo de transporte para a logística é a etapa fundamental para que se construa uma política de gestão e redução de custos eficiente, que não diminua a qualidade do serviço prestado, porém que otimize os recursos e, com isso, consiga-se elevar a rentabilidade do negócio e gerar diferencial competitivo.

Isso porque esse tende a ser o custo mais expressivo entre os custos logísticos, uma vez que ele abrange diversas ações e investimentos para uma segura e eficiente movimentação de suas mercadorias – de fato, um estudo indica que o custo de transporte representa quase 60% dos custos logísticos.

Assim, conhecer qual a importância do custo de transporte para a logística e compreender quais são os investimentos envolvidos, é crucial para a performance de diversas atividades logísticas do negócio, realizar melhorias, tornar a operação mais custo-eficiente, ter uma melhor tomada de decisão, entre outras coisas.

Além disso, ao conhecer esse custo, é possível atuar para encontrar formas sustentáveis de reduzi-lo, visando elevar a eficiência operacional e ofertar preços mais competitivos para os clientes como estratégia para aumentar sua satisfação e fidelizar a base.

Ainda, como benefícios adicionais, podemos citar:

  • Redução ou eliminação de gastos invisíveis, que estão drenando a rentabilidade do negócio;
  • Incremento na lucratividade;
  • Ganho de competitividade nas operações diante da concorrência;
  • Aumento de produtividade ao se redesenhar processos e torná-los mais custo-eficientes;
  • Entre outros.

Como é calculado o custo de transporte?

Como foi possível perceber, há diversos fatores que compõem e impactam no custo de transporte para a logística. Por isso, não há uma regra única para essa definição, mas podemos apontar alguns dos caminhos geralmente utilizados para esse cálculo, tais como:

  • Utilizar como base as Tabelas de Frete da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e sua Política Nacional de Pisos Mínimos de Transporte Rodoviário de Cargas;
  • Fazer o cálculo do custo por quilômetro rodado, fórmula que ajuda a definir o custo do transporte no modal rodoviário, conforme a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe);
  • Ter como apoio ferramentas de automatização, como Sistema de Gerenciamento de Transportes (TMS).

Dica: saiba mais sobre o que é um sistema TMS e como ele se difere do WMS conferindo este vídeo:

Em qualquer dos casos, é preciso conhecer a fundo os custos fixos e variáveis de transporte das empresas para se conseguir chegar a um valor correto e justo para o serviço.

Como uma gestão logística eficiente pode ajudar a reduzir o custo de transporte e melhorar a operação logística?

Agora que ficou mais claro qual a importância do custo de transporte para a logística, vamos mostrar alguns exemplos de fatores logísticos que se relacionam diretamente com o custo de transporte. Com isso, o gerente de logística poderá ter insights para controlar e otimizar esse custo e agregar diferencial competitivo, de forma mais abrangente, para o negócio.

1. Melhor aproveitamento da frota

Ao compreender qual a importância do custo de transporte para a logística, o gerente de logística consegue estabelecer diversas ações visando a redução de custos fixos e variáveis e, ainda, uma otimização da operação logística.

Nesse contexto, é possível trabalhar para se obter melhor aproveitamento da frota. Hoje, o controle de frota tornou-se algo ainda mais central e complexo para negócios como os das empresas da cadeia de abastecimento.

É preciso elaborar um bom calendário de entregas, separar os veículos conforme as melhores rotas, verificar as peculiaridades de entrega para cada cliente, otimizar a distribuição dos caminhos, entre outras ações para evitar atrasos, riscos de acidentes, multas e insatisfação dos clientes.

Com isso, um melhor aproveitamento da frota torna-se fundamental para reduzir custos e atingir-se tais objetivos. Além disso, ter um melhor controle para aproveitamento de frota permite que se minimizem os riscos de investimentos em veículos, reduza o desgaste dos caminhões, evite-se altos níveis de ociosidade de veículos, entre outras coisas que impactam diretamente no custo de transporte e da operação logística da empresa.

2. Melhores rotas de entregas

Quando se avalia qual a importância do custo de transporte para a logística, também é possível estabelecer melhores rotas de entregas. Fazer uma programação de rotinas mais inteligentes e otimizadas ajuda o atacado distribuidor a reduzir custos logísticos e melhorar o serviço de entregas.

Conhecer em profundidade as rotas de entregas das mercadorias também é fundamental para fazer a precificação adequada do frete para calcular com precisão os custos de entrega. Um bom sistema para automatização de atividades logísticas ajuda a calcular automaticamente quilometragem e outras variáveis que impactam na melhor roteirização de entregas e nos custos de transporte.

Ainda, esse tipo de tecnologia permite integrar os dados de rotas com os de abastecimento para se chegar a um roteiro ideal e otimizar o consumo de combustível – que, afinal, é um dos elementos que mais impactam no custo de transporte.

E esse tipo de solução é especialmente importante quando se trabalha com um grande volume de mercadorias a serem movimentadas e de clientes para serem abastecidos. Um planejamento manual das rotas, nesses casos, é frequentemente acompanhado por erros e atrasos, que elevam os custos de transporte e a insatisfação dos clientes.

Para fazer uma roteirização eficiente, veja neste vídeo alguns erros comuns nessa tarefa e como evitá-los:

3. Redução de erros operacionais

Muitos custos da operação logística são elevados diante da alta incidência de erros. E isso impacta também no custo de transporte. Esse tipo de situação é comum quando as empresas utilizam um sistema defasado na gestão dos processos logísticos, uma vez que eles tendem a não oferecer as integrações demandadas para se evitar redundâncias de informações, ter agilidade no acesso aos dados para tomada de decisão, entre outras coisas que culminam em erros e retrabalhos – o que, em última instância, é traduzido em mais custos.

Portanto, ao utilizar um sistema mais moderno e integrado com outras tecnologias usadas na empresa para controlar e reduzir custo de transporte, é possível também obter o benefício adicional de se detectar gargalos nos processos logísticos que estejam prejudicando a eficiência da operação e gerando perda de tempo e dinheiro com erros e retrabalhos.

4. Mais rapidez e precisão na conferência dos produtos

Tendo em mente qual a importância do custo de transporte para a logística, é possível buscar alguns caminhos para uma sustentável redução de custos. Um exemplo disso é utilizar o apoio da tecnologia para melhorar etapas da operação logística como a conferência de produtos.

A checagem manual, além de ser morosa (e, na logística, tempo também é dinheiro), é mais passível de erros que, também, serão convertidos em custos. Para evitar isso e ter uma gestão logística mais eficiente, a conferência com o uso de radiofrequência, por exemplo, é cada vez mais utilizada para trazer agilidade e acurácia para a identificação e conferência de produtos.

5. Redução de custos e incremento na satisfação do cliente

A operação logística exerce um papel central na forma como o atacado distribuir é avaliado pelo cliente. Entregas problemáticas impactam na tomada de decisão por se voltar a fazer negócios  com o fornecedor ou buscar um concorrente.

Portanto, há uma relação importante entre os custos logísticos e a satisfação e retenção de clientes. Assim, ao se avaliar qual a importância do custo de transporte para a logística, é preciso buscar um equilíbrio entre esses dois elementos. E um caminho eficiente para isso, cada vez mais, passa pela tecnologia.

A demanda por rastreamento em tempo real e sistemas de entrega mais eficientes também pode ser beneficiada por uma gestão de custo de transporte voltada à excelência do serviço e baseada na otimização dos custos.

Nesse contexto, é válido lembrar que o cliente é a espinha dorsal do atacado distribuidor. Sem buscar sua satisfação e retenção, os custos de captação e, mesmo, da operação logística, passam a ser menos previsíveis e maiores, o que também prejudica o crescimento potencial do negócio.

Por isso, é preciso que o setor de logística funcione bem, fazendo as entregas sem atrasos, avarias e erros, respeitando também os melhores dias e horários de recebimento das mercadorias de cada cliente. Para conseguir isso de modo sustentável, controlando o custo de transporte, um bom sistema logístico é o grande aliado do gerente de logística.

6. Maior padronização dos processos logísticos

Após compreender qual a importância do custo de transporte para a logística, parte-se para desenvolver as melhores estratégias para reduzi-lo sem prejudicar a qualidade operacional.

E uma das iniciativas centrais para isso é a busca por maior padronização. Isso porque a falta de unicidade e padrão é um dos gargalos que geram custos desnecessários e desperdícios.

Portanto, estabelecer uma estratégia de mapeamento dos processos logísticos, avaliando toda a sequência de tarefas de cada atividade da operação logística, é crucial para reduzir custos de transporte e alcançar maior eficiência.

Com isso, consegue-se detectar problemas e corrigi-los, otimizando processos e encontrando a melhor opção para executá-los e padronizá-los, mantendo os gastos relacionados bem controlados.

7. Melhor controle de desempenho

Quando fica claro qual a importância do custo de transporte para a logística, o gestor consegue fazer um plano de ação para acompanhar, controlar e melhorar toda a operação logística do negócio.

E uma das bases para isso é estabelecer e gerir KPIs – indicadores-chave de desempenho – que ajudarão a medir e avaliar a performance do setor, detectando fragilidades e oportunidades de melhoria. Isso contribui, naturalmente, para uma redução do custo de transporte e outros custos logísticos.

Considerações finais sobre qual a importância do custo de transporte para a logística

Como vimos, compreender qual a importância do custo de transporte para a logística, como ele se compõe e está associado a outras variáveis que impactam na excelência dos processos logísticos e na relação com os clientes é algo fundamental.

Cada vez mais, setores caracterizados pela hipercompetição, como o dos atacados distribuidores, precisarão encontrar formas de otimizar sua operação, porém sem elevar custos. E, nesses negócios que dependem em grande medida da operação logística, um bom controle do custo de transporte é elemento central para a redução de custos e para se construir um diferencial competitivo sólido para garantir a lucratividade e sustentabilidade do negócio no longo prazo.

Agora que você sabe mais sobre qual a importância do custo de transporte para a logística, descubra mais sobre as soluções em logística da MáximaTech que podem ajudar sua empresa a reduzir custos e alcançar mais eficiência em sua operação logística.