Processo de entrega no atacado distribuidor

Rever os custos e processos de entrega é parte da rotina do atacadista distribuidor, o qual busca reduzir seus gastos de logística do armazém e também logística externa. Uma logística eficiente e bem planejada é a chave para se obter redução de custos e maior competitividade perante a concorrência. Pesquisa realizada pela Fundação Dom Cabral e que teve por base o ano de 2015 apontou que os custos logísticos no Brasil consomem 11,73% da receita das empresas.

Isso significa que, em um momento de crise, é a revisão dos processos de logística que pode fazer a diferença! Confira abaixo ações que você pode colocar em prática para aumentar a produtividade do processo logístico e diminuir custos no seu atacado distribuidor:

1) Agendamento de entrega no centro de distribuição

Quando um produto atrasa para chegar, isso desencadeia uma série de problemas. No CD gera indisponibilidade das mercadorias para venda, causando rupturas tanto no estoque do distribuidor quanto no dos pontos de venda, ou seja, compromete toda a cadeia de distribuição.

Por isso, o melhor a se fazer é trabalhar com agendamento de entrega, onde o fornecedor tem data e hora para descarregar as mercadorias e pode ser sujeito a multas por não cumpri-las, e também com acompanhamento da carga via rastreamento – no qual tanto o fornecedor quanto o cliente podem controlar o trajeto das mercadorias até o destino final, evitando, assim, problemas com atrasos.

2) Armazenagem com endereço adequado para cada item

O endereçamento é a orientação geográfica de cada produto para ajudar a pessoa a se localizar dentro do centro de distribuição. Com facilidade para se movimentar no armazém, o funcionário tem clareza sobre os locais para guardar e retirar mercadorias.

Os endereços podem ser organizados como se o armazém fosse uma cidade: ruas, números de casas e edifícios, andares e números de apartamentos são perfeitos para identificar corredores (ruas), módulos (edifícios), níveis (andares) e vãos (apartamentos).

3) Separação de pedidos com mapa de armazenagem

O mapa de armazenagem deve fornecer instruções específicas para o repositor, de modo a facilitar a atividade de separação de produtos, e deve conter informações como localização do produto, descrição e quantidade. Manter esses dados destacados diminuirá o tempo para leitura e procura de produtos por parte do funcionário, agilizando a tarefa.

4) Conferência e carregamento do caminhão

O carregamento completo de um caminhão ocorre com a conferência e o embarque dos produtos. É necessário verificar a existência do volume solicitado em estoque, que deve ser pesado, medido e checado para garantir que o pedido seja enviado de forma completa e organizada nas caixas.

A aquisição de máquinas e equipamentos modernos para manuseio da carga e embarque de mercadorias agilizam o processo, bem como a implementação de sistemas de rastreamento e registro de informações nos volumes, como dispositivos de radiofrequência e códigos de barra.

5) Mecanismos de controle e acompanhamento das entregas

Controles manuais estão sujeitos a erros, certo? O motorista na rua geralmente precisa pensar em uma série de coisas ao mesmo tempo e pode errar na hora de transcrever as informações para o papel. Há também o risco da perda das informações. Então, como melhorar os processos de entrega?

Com a ajuda de ferramentas de gestão de processos de entrega o risco de perder informações diminui, principalmente quando estão atreladas a uma solução tecnológica e, com isso, menos sujeitas a falhas. Além disso, esse controle online da logística de entrega tem a capacidade de cruzar dados e mostrar onde estão eventuais gargalos do processo.

Dessa forma, fica mais fácil começar a pensar em soluções, pois com menos entraves os resultados entregues são melhores, há mais clientes satisfeitos e o lucro da empresa aumenta.

6) Desenvolver promoções especiais junto com parceiros

Desenvolver promoções junto com parceiros permite oferecer a compra de kits a um preço melhor do que se os produtos fossem vendidos separadamente, trabalhando a atração pelo desconto para garantir uma venda maior, afinal, quem não gosta de aproveitar promoções que valem a pena?

Essa vantagem também faz com que o cliente associe os descontos com a quantidade e variedade de produtos oferecidas pelo CD, já que os kits geralmente vêm com itens de diferentes marcas. Em 2017 a redução de custos continua em pauta e vai demandar muita atenção para manter a operação do distribuidor saudável.

Após ler este post, você pode ter pensado em quantas dessas ações poderia ter executado já no início do ano, mas a boa notícia é que não é tarde para começar e agora você pode fazer diferente e obter resultados excelentes. Quanto mais preparado seu distribuidor estiver, melhor será seu ano e a tecnologia será sua maior aliada nesse caminho!