Em vez de ler, que tal ouvir este artigo?

A roteirização automática tem se tornado um trunfo importante para as empresas que atuam no segmento atacadista distribuidor. Inclusive, ela é muito recomendada, pois se torna um diferencial competitivo muito importante.

Automatizar a roteirização melhora a eficiência logística, pois permite a montagem de uma carga em segundos, sem a necessidade de um profissional exclusivo para essa atividade. Mas há mais benefícios, e vamos conversar sobre eles ao longo deste artigo.

Continue lendo para entender o conceito de roteirização automática, suas vantagens para quem atua com logística de distribuição e como implementá-la!

→ Confira também as nossas dicas em vídeo:

Por que não é mais recomendado fazer roteirização manual de cargas?

É inegável que a roteirização eficaz de carga afeta os clientes, a cadeia de suprimentos e o desenvolvimento geral da estratégia de logística. No dia a dia, o planejamento das rotas que serão percorridas para as entregas faz toda a diferença, inclusive afeta a lucratividade do distribuidor.

Muitas empresas ainda fazem a roteirização de cargas de maneira manual. E isso não é o mais recomendado na atual dinâmica do mercado.

Relembramos, pois, rapidamente o fluxo de atividades envolvido nesta maneira tradicional de se trabalhar. Basicamente, elas se dividem em três etapas: compilação de dados, planejamento e cálculo de custos. Entenda nos tópicos que seguem!

Compilação dos dados

A primeira etapa que o gestor deve fazer é compilar os dados, normalmente de diferentes planilhas de Excel.

Haverá algumas perguntas que precisam ser respondidas em relação aos dados de entrega, prazo, quantidades de pedidos, bem como formatos e tamanhos, meio de transporte e até mesmo frequência de entrega.

Além disso, informações como o número de pedidos, tempo de carga e descarga ou restrições de veículos devem ser coletadas. Depois que todas as perguntas forem respondidas e os dados coletados, a próxima etapa pode começar.

Planejamento

O objetivo do planejamento é encontrar a rota mais eficiente que minimize os recursos necessários e a distância percorrida.

Basicamente, os profissionais envolvidos precisam responder: qual é a maneira mais ideal de alocar 1000 pontos de entrega para 50 veículos? Ao mesmo tempo, devem pensar em questões como: maximizar a capacidade do veículo, diferentes tipos de veículos, diferentes janelas de tempo dos clientes, número de depósitos, bloqueio de estradas, condições de tráfego, temperatura do pedido e muito mais.

Dependendo da complexidade, são gastos pelo menos 2 a 4 horas para, até certo ponto, resolver essa etapa de planejamento. Isso é ¼ (ou até ½) de um dia normal de trabalho!

Cálculo de custos

A tarefa final, mas muito importante, envolve cálculos de custos fixos e variáveis.

Enquanto os custos fixos são calculados com base na quantidade de veículos utilizados na frota, os custos variáveis ​​são calculados por meio do custo por quilômetro para cada tipo de veículo por dia.

Essas informações serão então usadas para calcular o tempo da frota e a utilização da carga. Após um processo tão longo, o gerente pode finalmente ter o planejamento oficial da rota.

→ Cansativo isso tudo sendo realizado de maneira manual, não é verdade? Mas além do desgaste físico e emocional dos profissionais envolvidos, ainda há riscos de erros e retrabalhos que, com toda certeza, impactam nos resultados financeiros.

Em suma, por mais tradicional e prazeroso que possa parecer para um profissional de logística fazer isso tudo manualmente, a roteirização automática deve ser encarada como uma meta urgente. Ela, como você verá a seguir, oferece muitas vantagens competitivas.

O que é roteirização automática de cargas?

A roteirização automática é o planejamento das cargas que a frota vai transportar para realizar a distribuição de mercadorias, realizado com auxílio de um sistema especializado. Abarca, de maneira automatizada, o planejamento de itinerário, a montagem das cargas, conhecimento geográfico e outras funções, com o mínimo de intervenção humana.

Se na roteirização “tradicional” tudo é realizado manualmente, na roteirização automática o fator essencial é a utilização de um sistema desenvolvido sob medida para esta função.

Na prática, trata-se da utilização de um software roteirizador que automatiza as decisões para otimizar tempo e reduzir custos, entre outros benefícios que vamos apontar mais à frente.

Pensando nas funcionalidades de um sistema que permite a roteirização automática de cargas, temos as seguintes como sendo as principais:

  • planejamento automático da melhor rota da carga montada no sistema de gestão (ERP);

  • seleção dos pedidos no mapa para a montagem e o sequenciamento da carga;

  • envio de todos os pedidos para a montagem automática de cargas e rotas;

  • facilidade de realização do comparativo financeiro e visual entre as rotas executadas e as planejadas.

→ Leia também: 

Quais são as vantagens da roteirização automática de cargas?

Confira, a seguir, um detalhamento dos principais benefícios de adotar a automatização na roteirização de cargas!

Redução de custos e ganho de agilidade

A roteirização automática auxilia nos esforços de redução de consumo de combustível, agilidade de entregas, redução de custos operacionais (da diminuição de gastos com folha de pagamentos à mitigação de erros e retrabalhos etc.).

Dessa forma, é possível aumentar as margens de lucro e também ter capacidade para negociar descontos em determinadas negociações — algo impossível de se fazer quando se trabalha com custos elevados.

→ Ouça o episódio 73 do MáximaCast:

Ganho de tempo e produtividade

Pense em todo o tempo gasto para planejar cargas e pensar no processo de entregas de mercadoria aos clientes. Quanto mais tempo se gasta nisso, menor é a produtividade de todos os envolvidos, do planejamento à execução operacional.

Com uma solução de roteirização automática, é possível diminuir esse tempo e fazer entregas mais rápidas e eficientes. Isso eleva a satisfação da clientela, favorece a reputação da empresa, aumenta a produtividade e pode aumentar o faturamento e a lucratividade.

→ Conheça o case da Real Bebidas da Amazônia, que melhorou o uso dos caminhões e a eficiência das rotas de entrega com o maxRoteirizador.

Gestão orientada por dados

Ao contar com processos automatizados e amparados pela tecnologia, a gestão logística também passa a ser guiada por dados. Dessa forma, é possível gerar relatórios mais fidedignos, analisar performances em determinados períodos, avaliar resultados com mais precisão e eficiência.

Toda a gestão passa a ser mais guiada por dados, o que permite que a área logística contribua com informações atualizadas com outros departamentos, como finanças, por exemplo.

→ Saiba como controlar todos esses processos em tempo real e garantir a eficiência de todas essas etapas:

Aumento da competitividade

Empresas do segmento atacadista distribuidor que atuam com roteirização automática são mais inteligentes e competitivas. Elas conseguem planejar e executar sequências otimizadas de rotas de entrega, têm mais poder de análise das disponibilidades dos clientes, dos tempos de atendimento, da capacidade dos veículos, do desempenho dos condutores…

São muitos os fatores que podem ser melhorados no dia a dia operacional para favorecer uma empresa quando a roteirização automática é colocada em prática.

Em suma, roteirizar cargas e planejar transporte deixa de ser uma espécie de “quebra-cabeças” realizado por uma equipe que dedicava horas para essa atividade. A automatização evita equívocos e torna tudo mais produtivo e eficaz.

→ O uso de mapas digitais continuamente atualizados é essencial no processo de roteirização. Entenda mais neste episódio do MáximaCast:

Como escolher a solução ideal e implementar a roteirização automática na sua empresa?

O que não falta no mercado são soluções que prometem automatizar a roteirização de entregas. É preciso ser bem criterioso na hora de adquirir um bom sistema.

Confira, a seguir, algumas dicas para a escolha da solução ideal:

Avalie as reais necessidades da sua empresa

O primeiro passo é mergulhar nos processos internos de logística da empresa. Ou seja, fazer uma auditoria na maneira como o processo de roteirização é feito, além das outras atividades que giram em torno dele.

Avaliando quais são as principais dificuldades de planejamento de cargas, os gastos e as falhas, é possível começar a traçar os requisitos que o sistema precisará preencher. Em outras palavras, antes mesmo de buscar um sistema é preciso “sair do automático” para entender as reais necessidades da área logística em termos de distribuição de cargas.

Avalie as qualidades técnicas dos sistemas

Neste ponto, talvez seja preciso o auxílio de profissionais de TI. É fundamental saber se o sistema tem qualidade técnica; se não possui vulnerabilidades que possam colocar a segurança da informação em risco, se é integrável aos aplicativos que sua empresa já utiliza na gestão logística etc.

Dessa forma, além de se observar como as funcionalidades do sistema se encaixam no dia a dia da operação, também se tem a certeza de que tecnicamente as coisas vão funcionar bem.

Pesquise os fornecedores de soluções de roteirização automática

Por fim, é importante ir além do discurso comercial das empresas desenvolvedoras de softwares de roteirização automática.

Pergunte aos atuais clientes do desenvolvedor que você está avaliando quais são os pontos fortes e fracos do sistema. Solicite, por exemplo, que alguns clientes te contem quais problemas o sistema ajudou a resolver.

E também é imprescindível saber se o fornecedor presta um bom serviço de suporte aos usuários. Sempre tendo em mente que este é um relacionamento de longa duração, então as duas partes precisam ser bem afinadas — e o suporte ao usuário é sempre a parte mais visível disso.

→ Aprofunde-se ainda mais neste tema; baixe agora o eBook Roteirização logística: a solução definitiva para otimizar suas entregas.

Conclusão

Devido à complexidade do processo, há cada vez mais empresas mudando para um sistema automatizado de planejamento de rotas. Com as demandas dos clientes por serviço, velocidade, forças competitivas, competição crescente no mercado, revolução industrial e muito mais, o planejamento manual de rotas não é mais adequado para empresas.

Nesta era 4.0, está comprovado que o sistema de otimização de rotas aumenta a eficiência operacional, resolvendo problemas de roteamento e programação de veículos com os quais milhares de empresas de Distribuição, Manufatura e 3PL estão lutando. Reduzir custos com transporte tem sido uma preocupação de muitas empresas, pois são responsáveis ​​por uma grande capacidade e movimento acelerado do setor.

Nessa situação, o planejamento e a programação de forma convencional consumiriam muito tempo e custos para as empresas. Um sistema de gerenciamento de transporte (TMS) ou sistema de otimização de rota pode ser a chave para diminuir a carga logística.

Além de encontrar o caminho mais curto conectando os pontos de entrega, o plano de rota também precisa levar em consideração vários atributos robustos e flexíveis de cada negócio.

Uma vez que tudo é considerado, os gerentes de logística agora podem contar com um software de otimização de rota para aumentar a eficiência, em vez do trabalho manual, e rastrear todas as atividades de entrega em um painel em tempo real.

Sua empresa já está preparada para aumentar a eficiência logística com a roteirização automática? Deixe seu comentário e até a próxima!