Dicas para aumentar a produtividade da frota de veículos
Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Toda empresa que visa lucro tem como objetivo obter o melhor retorno sobre os investimentos (ROI) realizados – e no setor atacadista distribuidor, isso não é diferente. Reduzir o tempo e custo das entregas de modo que elas tragam o maior ROI é uma meta importante para a empresa – e a produtividade da frota de veículos é um ponto central para esse objetivo.

As companhias que conseguem gerir bem suas operações de entregas e eliminar gargalos são as mais bem-sucedidas. Um estudo realizado pela Fundação Dom Cabral apontou que as companhias gastaram, em média, 12,37% do seu faturamento bruto com custos logísticos no Brasil entre 2015 e 2017. Esse resultado mostra um aumento de R$15,5 bilhões quando comparado com os dados levantados em 2015 – quando o porcentual era de 11,73%.

Para o atacadista distribuidor, o custo com a logística representa a maior parte das despesas! Por isso, a busca por aumentar a produtividade e reduzir os custos sem perder a eficiência e a qualidade do serviço prestado é um dos principais desafios enfrentados pelos gestores de distribuição.

Um imprevisto na estrada, seguido por longas paradas no trânsito, faz com que o motorista perca tempo e atrase todo seu roteiro, resultando em maior custo logístico para o atacadista distribuidor.

Quanto mais tempo é usado no transporte, seja em deslocamento, seja parado para abastecer, ou para carga e descarga, maior o custo e menor é o tempo produtivo do entregador, que está impedido de ser utilizado em outra entrega.

E como o ditado diz, “tempo é dinheiro”! Sendo assim, um controle de quanto tempo é gasto em cada entrega, inclusive em atividades não produtivas, permite tomar ações para otimizar a rotina do motorista e ter mais produtividade da frota de veículos (entregar mais pedidos, em menos tempo e com a mesma frota).

Portanto, aumentar a produtividade da frota de veículos se mostra um grande diferencial no mercado atacadista distribuidor. Ao longo deste artigo, veremos 6 dicas que vão ajudá-lo a otimizar esse processo no seu negócio. Confira.

A importância do gerenciamento da frota de veículos

Qualquer empresa orientada a produtos deve ter à disposição uma frota de veículos altamente produtiva para ter sucesso. Afinal, levar a mercadoria até as mãos do cliente faz parte do processo de venda – que é responsável pelo faturamento da organização.

Para compreender a importância do gerenciamento da frota de veículos, podemos destacar dois pontos principais: a gestão dos custos e a satisfação do cliente.

Gestão de custos

O objetivo de qualquer empresa é maximizar a sua lucratividade, certo? Para isso, a equação é bem simples: é necessário maximizar o faturamento e reduzir ao máximo as despesas. Seguindo essa lógica, uma empresa consegue alcançar sucesso no mercado e crescer em longo prazo.

Como destacamos anteriormente, os custos logísticos são muito expressivos nas empresas atacadistas distribuidoras. Isso significa que, por melhores que sejam os resultados de vendas, os gastos necessários para fazer as entregas podem estar comprometendo a lucratividade alcançada.

Por outro lado, aumentar a produtividade da frota de veículos pode resultar em uma otimização dos resultados conquistados. Quando esse processo funciona de forma eficiente e com baixos custos, cada venda gera uma margem de contribuição maior para a organização.

Além disso, o gerenciamento da frota de veículo também minimiza falhas nesse processo – que podem gerar ainda mais gastos. Afinal, um caminhão que precisa parar para manutenção no meio da estrada gera custos inesperados e um atraso na entrega.

Satisfação do cliente

Além de analisar o impacto interno da gestão da frota de veículos, também é importante destacar o seu impacto na satisfação do cliente. Quanto mais ágil for o processo de entrega, melhor será a experiência entregue. Por outro lado, um atraso pode comprometer um bom relacionamento com um cliente.

Em muitos casos, o prazo de entrega é um dos principais fatores analisados pelas empresas na contratação de seus fornecedores. Portanto, esse pode, facilmente, se tornar um diferencial da sua empresa para se destacar em um mercado concorrido – otimizando a satisfação entregue ao consumidor.

reduzir-custos-logistica-transporte

Como aumentar a produtividade da frota de veículos

Será que você consegue extrair o melhor da sua frota de veículos? Ou ainda há espaço para fazer melhorias nesse processo?

Aumentar a produtividade da frota de veículos está entre os objetivos mais comuns dos gerentes de logística. Mas essa não é uma missão impossível. Na verdade, com algumas modificações pontuais, você consegue extrair o melhor dos veículos da sua organização.

Veja algumas dicas para aumentar a produtividade da frota de veículos:

1. Faça um monitoramento em tempo real

A telemática é um conceito que pode contribuir fortemente com o aumento da produtividade na logística. Essencialmente, trata-se de uma fusão de informações e tecnologia que envolve a instalação de um dispositivo em seus veículos para transmitir os dados de volta ao escritório enquanto os motoristas fazem seu trabalho.

Esses dados incluem onde estão os caminhões e se o veículo está em trânsito ou parado. Além disso, a tecnologia pode até agir como um impedimento de roubo.

As empresas podem combinar a telemática com sistemas de GPS para monitorar os motoristas e verificar se estão fazendo o melhor tempo, ou se estão entrando em pontos de tráfego problemáticos, para que possam modificar suas rotas de acordo.

A telemática também monitora o uso de combustível e determina quanto gás está sendo desperdiçado quando os caminhões estão presos em áreas congestionadas, monitorando a velocidade do veículo. Todas essas métricas podem economizar tempo e dinheiro para que os empresários deem mais atenção aos clientes e otimizem o desempenho da frota.

Os sistemas de GPS também aumentam a segurança monitorando quando os motoristas fazem paradas bruscas ou manobras arriscadas. Ao analisar esses dados, os gerentes podem tomar medidas corretivas para evitar esses comportamentos e futuros acidentes (e ações judiciais resultantes).

O monitoramento das ações dos motoristas também pode fornecer uma boa visão sobre quando eles devem fazer pausas para que voltem à estrada nos momentos certos.

2. Organize as cargas de maneira a otimizar a rota de entrega e o espaço aproveitado

A organização das cargas entre a frota de veículos é um processo que ocorre diariamente nas empresas atacadistas. Mas você dá o devido valor a esse processo? Com uma otimização da organização das mercadorias, é possível aumentar a produtividade, reduzir custos, evitar danos à carga e, ainda, agilizar o embarque e desembarque.

Para colocar isso em prática, você pode seguir essas dicas:

  • Distribua o peso da carga para não sobrecarregar os eixos

  • Adote uma distribuição por tipos de materiais

  • Posicione corretamente as cargas indivisíveis

  • Planeje a distribuição de produtos de acordo com o trajeto

  • Comece o embarque pelo eixo traseiro

  • Coloque os produtos maiores deitados

  • Avalie a capacidade da sua frota para dividir as cargas de forma inteligente

3. Preze pela manutenção dos veículos

Quando se trata da eficiência de sua frota de veículos, a manutenção regular é fundamental. Você precisa de seus caminhões trabalhando o tempo todo. Você deseja que eles funcionem com capacidade total para economizar combustível ou quebrar, pois isso pode afetar os clientes e seus resultados.

Para otimizar esse processo, é possível explorar soluções que indicam quando um veículo precisa passar por uma manutenção. Outra boa ideia é organizar um cronograma de manutenções preventivas para se antecipar aos problemas. Afinal, a manutenção adequada também garante que você não tenha um veículo fora de serviço quando as entregas forem necessárias.

Além de economizar dinheiro em custos de reparo, a manutenção adequada também pode melhorar o rendimento dos veículos – diminuindo o consumo de combustível.

Às vezes, as menores tarefas de manutenção podem fazer toda a diferença. Portanto, verifique se os pneus estão cheios corretamente, se os filtros de óleo não precisam ser trocados e se os sistemas de escapamento são ajustados regularmente.

4. Avalie os melhores tipos de veículos para a sua frota

Escolher os veículos corretos para compor a sua frota pode ser um diferencial no aumento da produtividade. Afinal, essa necessidade pode variar conforme as mercadorias vendidas, distâncias percorridas, tamanho da frota, entre outros fatores.

Para isso, é importante estudar as características dos principais veículos de carga:

  • Veículo Urbano de Carga (VUC)

  • Toco ou Caminhão Semipesado

  • Truck ou Caminhão Pesado

  • Bi-truck

  • Caminhão Trator

  • Carreta com dois eixos

  • Carreta com três eixos (treminhão)

  • Bitrem Articulado

  • Rodotrem

5. Faça uma avaliação sobre a troca de veículos

Na sua busca pelo aumento da produtividade, investir em novos veículos pode ser uma alternativa benéfica. Por outro lado, é fundamental considerar os custos envolvidos nessa operação. Para isso, faça a si mesmo perguntas sobre seus caminhões atuais:

  • Meus caminhões estão tão seguros quanto precisam ou estão constantemente quebrando?

  • Os custos de manutenção estão ficando fora de controle de frota?

  • Estou gastando mais em manutenção do que gastaria com um veículo novo?

Com base nesses dados, você pode identificar o momento ideal para investir em novos veículos para a sua frota – sempre com foco no aumento da produtividade.

6. Calcule rotas otimizadas

Entregar mais rápido e em rotas bem definidas é um diferencial para qualquer empresa que trabalha com entregas de mercadoria. Além de agilizar o processo, ainda se torna possível manter seus preços competitivos e conquistar mais clientes.

Por esse motivo, a roteirização de entregas é uma ótima forma de aumentar a produtividade da frota de veículos. Trata-se de um processo que tem por objetivo a redução do tempo, da distância percorrida e dos custos operacionais logísticos.

Embora seja possível fazer esse roteiro manualmente, também é possível usar um sistema roteirizador, que facilita esse processo. Em vez de passar horas montando um “quebra-cabeças” para encaixar todas as entregas, o gestor pode utilizar um sistema que consiga otimizar a programação delas, levando em conta informações relevantes para o negócio, como os locais de destino e a distância entre cada um.

O papel da tecnologia na gestão da frota de veículos

Aumentar a produtividade da frota de veículos não é um bicho de sete cabeças – e com a ajuda da tecnologia essa missão se torna ainda mais fácil.

O uso de soluções tecnológicas já apareceu em várias das dicas que acabamos de ver. Mas entender o impacto da tecnologia na logística é fundamental para qualquer gestor que deseja extrair os melhores resultados na sua empresa – e o que não faltam são bons exemplos disso na prática – como a redução de custos com frete da Real Bebidas da Amazônia.

Caso de Sucesso Real Bebidas da Amazônia

Por meio de um software de gestão especializado no segmento, é possível fazer o acompanhamento em tempo real da entrega. Ao chegar no cliente, o entregador faz o check-in no sistema e registra o início dos trabalhos.

Ele tem a opção de iniciar a descarga da mercadoria, informar recebimentos (registrando o pagamento do título no ato da entrega) e, quando terminar suas atividades no local, realizar o check-out.

Dessa forma, é possível saber quanto tempo o motorista leva em cada cliente – inclusive, suas atividades não produtivas no período, como ficar parado na fila aguardando autorização de descarga, por exemplo.

O monitoramento das equipes e de suas rotas de trabalho possibilita definir estratégias voltadas à performance da operação de campo de maneira inteligente, e otimizar o tempo dos veículos. Identificar desvios de rota, tentativas de roubos de carga, erros de entrega, paradas não programadas e devoluções, dão ao gestor responsável a base para tomada de decisões mais assertivas.

Outra forma de monitorar o tempo de trabalho é a solução de rastreabilidade, que permite gerenciar com precisão e velocidade as rotas e a ocupação eficiente dos veículos, otimizando tempo, minimizando custos e maximizando a operação de campo.

Essa tecnologia especialista serve para calcular rotas otimizadas, que podem diminuir a quantidade de quilômetros percorridos e, também, o desgaste do caminhão e do próprio motorista.

Conclusão: invista em uma solução digital para maximizar a produtividade!

Para ter mais precisão do tempo que cada motorista gasta em cada cliente, é importante conhecer parceiros de tecnologia especializados no segmento atacadista distribuidor, que saibam quais são os seus desafios diários e que estejam constantemente buscando soluções para facilitar e melhorar os processos do setor.

Ao investir em uma solução de gerenciamento de entregas, você otimiza o tempo dos veículos, consegue aumentar a produtividade da frota e reduz o tempo e custos da entrega por cliente, rastreando tudo de forma online.

Assim, o acompanhamento em tempo real da entrega permite que seja feito um planejamento de transporte mais assertivo e sejam tomadas decisões para aumentar a produtividade dos veículos e planejar as rotas da melhor maneira possível para reduzir o tempo e custo de entrega!

Você quer explorar a tecnologia para aumentar a produtividade da frota de veículos? Então descubra como as soluções da Máxima podem ajudá-lo!

Fabrício Santos

Gestor de Mercado em MáximaTech
Especialista em logística para o atacado distribuidor com 14 anos de atuação na área e apaixonado por reduzir o custo logístico dos clientes Máxima.
Fabrício Santos