,

Preço de venda no atacado: descubra como calcular

Em vez de ler, que tal ouvir este artigo?

Encontrar o preço de venda no atacado é a chave para o sucesso do seu negócio. Afinal, o valor cobrado por cada um dos seus produtos afeta diretamente a saúde financeira da empresa – impactando no volume de vendas e na lucratividade.

Devido a vários fatores, o preço pode ser um desafio para os gestores. Definir o preço muito alto pode fazer com que você se arrisque a perder seus clientes. Mas se você definir o preço muito baixo, poderá não apenas diminuir o valor do seu produto, mas também prejudicar sua lucratividade.

Como resultado, encontrar a estratégia certa para calcular o preço de venda no atacado pode ser o diferencial entre o sucesso e o fracasso. Confira neste artigo algumas dicas para acertar no seu cálculo.

O que é preço de venda no atacado?

O cálculo do preço de venda no atacado envolve a definição do valor que é cobrado pelos produtos dos clientes – que geralmente são varejistas.

Na fase de atacado, as mercadorias geralmente são vendidas em grandes quantidades, de modo que o preço de atacado é definido com a menor taxa possível para permitir que outros interessados na cadeia de suprimentos tenham uma margem de lucro.

Com eficiência na definição do preço de venda no atacado, é possível garantir que o preço de varejo não seja excessivamente alto. Portanto, o objetivo final é garantir um bom equilíbrio entre a criação de um negócio saudável e a obtenção de um bom lucro.

Há muitas considerações que você deve ter em mente ao definir um preço de venda no atacado. Você não deve apenas recuperar os custos de produção / aquisição e armazenamento das mercadorias, mas também obter lucro com a venda das mercadorias. Ao fazer isso, você também deve considerar o preço médio do produto no mercado, a natureza da demanda, o que seus concorrentes estão fazendo e muitos outros fatores.

Tudo isso torna o processo de fixação de preços no atacado uma tarefa delicada. Às vezes, obter a combinação certa depende de identificar qual seria um preço justo de varejo para o produto e, em seguida, trabalhar de trás para frente a partir daí.

Qual a importância de definir com cuidado o preço de venda?

A definição correta do preço de venda no atacado traz diversos benefícios para as organizações desse setor. Veja os principais deles:

Maior taxa de sucesso

A implementação de uma estratégia de preços competitivos para o seu negócio pode ajudá-lo a crescer. Os resultados de uma boa estratégia de preço de venda no atacado geralmente são evidentes após um curto período de tempo. Avaliar as implicações de longo prazo exige que o proprietário da empresa tenha a capacidade de entender efetivamente a tendência abrangente e sua posição no setor.

Enriquecer seu conhecimento sobre seu setor e concorrentes relevantes pode permitir que você tome uma melhor decisão relacionada aos negócios. Em longo prazo, isso pode aumentar suas chances de sucesso no mundo dos negócios.

Prevenir a perda de mercado

A análise de preços competitivos permite que a empresa regule a concorrência, evitando a perda de clientes e participação de mercado para os concorrentes. Ao manter uma estratégia que considera os preços praticados pelos concorrentes, os consumidores estarão menos inclinados a mudar de sua marca ou escolher produtos/serviços de seus concorrentes em detrimento dos seus, permitindo assim que você mantenha sua participação de mercado.

O monitoramento de preços dos concorrentes permite que você responda a cada movimento que seus concorrentes fazem, o que pode ajudar ainda mais no melhor posicionamento do seu negócio.

Melhore a margem de lucro

A estratégia de precificação competitiva nem sempre significa que se deva reduzir seus preços, ou precificar no ponto mais baixo do mercado. Afinal, você deve buscar uma boa margem de lucro para garantir resultados positivos para a sua empresa.

Além disso, às vezes o preço no meio da faixa, em relação aos concorrentes, funciona com a mesma eficácia e não afeta significativamente seus resultados.

Outro fator a ser considerado é se o seu produto tem elasticidade de preço. Isso significa que a mudança de preço terá um impacto significativo na demanda, pois os consumidores são mais sensíveis ao preço. Esse conhecimento pode lhe dar uma melhor visão sobre se você deve aumentar ou diminuir seus preços para se manter competitivo.

Construção de boas relações

O preço de venda no atacado possui um papel muito estratégico para toda a cadeia de suprimentos. Se você elevar muito os preços, os reflexos vão impactar não apenas o varejista, mas também o consumidor final.

Ou seja, uma boa precificação garante que você mantenha boas relações com seus clientes e ocupe um papel estratégico na cadeia. O equilíbrio está em manter uma boa lucratividade enquanto contribui com o sucesso dos seus clientes.

Como calcular o preço de venda no atacado?

A capacidade e os objetivos de cada empresa diferem, tornando o cálculo do preço de venda no atacado muito personalizado para cada empresa. Afinal, mudam os custos, despesas, margem de lucro, perfil dos clientes e muitos outros fatores.

Encontrar o equilíbrio exige cálculo meticuloso e estratégia. Se você definir o preço muito alto, corre o risco de perder clientes para concorrentes mais acessíveis. Se você definir o preço muito baixo, corre o risco de diminuir o valor de suas mercadorias e, portanto, seus lucros.

De forma geral, você usará esta fórmula para calcular o preço de venda no atacado:

Preço de venda = preço de custo total + margem de lucro

Mas primeiro, você precisa saber como chegar nesses valores, certo? Então vamos lá!

1. Faça uma pesquisa de preços de mercado

A pesquisa de mercado deve revelar quem são seus clientes, como eles interagiram com produtos semelhantes no passado, quem são seus concorrentes e tendências de preços no mercado. Fazer uma pesquisa de mercado é a melhor maneira de obter informações sobre o que outros atacadistas cobram em seu mercado e localização.

-> Confira também: Políticas de preço – como definir no e-commerce e em sua força de vendas?

2. Defina sua estratégia de precificação

Sua estratégia de preços dependerá dos resultados de sua pesquisa de mercado e de seus objetivos de negócios. As duas estratégias mais populares são os preços por absorção (baseados no custo) e os preços baseados na demanda. Se você não tiver certeza sobre qual estratégia usar, experimente ambas e determine qual funcionaria melhor para o seu negócio.

Se você optar por preços baseados na demanda, poderá pular todo o processo de cálculo e basear seu preço de atacado apenas na demanda de seus produtos. Esse método geralmente é usado para otimizar o retorno do investimento (ROI) de uma empresa e considera o que seus clientes estão dispostos a pagar e os diferentes cenários de mercado.

Já o cálculo para a precificação por absorção segue as etapas que veremos a seguir.

3. Calcule seu preço de custo

Seu preço de custo é responsável pelos vários custos envolvidos na fabricação ou aquisição do produto. Isso inclui despesas gerais, custos administrativos e custos variáveis, também conhecidos como custo dos produtos fabricados e custo dos produtos vendidos.

Para as empresas que fabricam os produtos vendidos, o custo dos produtos inclui todos os custos envolvidos na fabricação do produto, como custos de material e produção, custos de processo e despesas gerais. Já para as atacadistas que compram e revendem, esses custos incluem o preço de compra, transporte, estoque e armazenamento.

Além disso, também é importante considerar os custos de vendas, administração e despesas gerais. Isso pode incluir contas de serviços públicos, seguro, aluguel, manutenção e assinaturas de soluções de gerenciamento de negócios em nuvem.

4. Calcule sua margem de lucro

A margem de lucro representa o percentual do valor final do produto que você terá como lucro. Use esta fórmula para realizar o cálculo:

Margem de lucro líquido = (Lucro Líquido ÷ Receita) X 100

5. Calcule seu preço de atacado

Agora que você conhece o preço de custo e a margem de lucro, você pode calcular o preço de atacado somando os dois.

Imagine que você comercialize sapatos e determinado modelo possui um preço de custo de R$ 65,00. Se você deseja obter um lucro de R$ 15,00 em cada venda, o seu preço de venda no atacado deve ser R$ 80,00.

6. Analise a concorrência e os clientes

Depois de fazer o cálculo do preço de venda no atacado, é importante trazer esse valor para a sua realidade. Se o preço de venda ideal do seu tênis é R$ 80,00 mas todos os concorrentes estão trabalhando com preços inferiores, você talvez tenha que abrir mão de parte do seu lucro ou reavaliar os custos que estão incidindo sobre esse produto.

Da mesma forma, você também deve ficar atento aos seus clientes. Se os seus preços subirem, você pode afetar o desempenho dos varejistas – o que pode comprometer seus negócios em longo prazo.

Ou seja, o preço de venda no atacado não pode ficar preso a uma fórmula matemática. É preciso levar em conta as nuances do mercado para garantir o sucesso nos negócios.

-> Confira também: MERCHANDISING NO PONTO DE VENDA: A análise de concorrência no PDV

7. Avalie o faturamento e o lucro da empresa

Por fim, não deixe de avaliar o impacto dos preços praticados no faturamento e lucratividade da sua empresa. Ao analisar minuciosamente os dados coletados é possível chegar a insights de grande valor para lidar melhor com os custos, receitas e lucratividade.

Você gostou das dicas para calcular o preço de venda no atacado? Confira também o nosso Guia completo sobre descontos no atacado distribuidor!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments