Em vez de ler, que tal ouvir?

Nos últimos anos, o conceito de processos logísticos integrados se espalhou a ponto de substituir a logística tradicional. Esta era amplamente entendida como o simples ato de transferir matérias-primas e produtos acabados de um lugar para outro.

Hoje, porém, a logística se expandiu além deste conceito. Apoiada pela tecnologia, a logística integrada representa um fluxo muito mais eficiente, que conecta todas as pontas do processo logístico de forma fluída e sem obstáculos.

Então, como exatamente funciona a logística integrada? Este é o assunto do nosso artigo de hoje! Acompanhe.

O que é logística integrada?

A logística integrada nada mais é do que a gestão unificada dos processos logísticos envolvidos no fluxo de materiais, desde o recebimento do material pelo atacado distribuidor até sua entrega ao varejista, incluindo o acompanhamento da demanda no ponto de venda.

Neste processo, todas as atividades de gestão logística estão interligadas e são interdependentes.

A logística integrada é alcançada através da tecnologia, que permite uma gestão eficiente de todo fluxo logístico e das atividades relacionadas.

Quando implementada de forma eficaz, ela permite antecipar as demandas de mercado, gerando uma vantagem competitiva para o atacado distribuidor.

Em suma, a logística integrada surgiu em resposta às mudanças no comportamento do consumidor (tanto o B2C quanto B2B), permitindo entregar a este a melhor experiência de compra possível.

Como funciona a logística integrada?

A arquitetura da logística integrada permite a correta gestão de armazéns, transportes e materiais. Para isso, ela se integra com diferentes funções do processo de negócio. Por exemplo:

  • Função de abastecimento:
    • seleção e controle de fornecedores;
    • planejamento de compras.
  • Função de armazenamento:
    • design de embalagem;
    • distribuição dos produtos no armazém.
  • Função de planejamento:
    • definição correta de rotas;
    • cubagem dos caminhões;
    • controle de horas motoristas.
  • Função de trade marketing:
    • controle do shelf-life;
    • acompanhamento da ruptura de gôndola.

Dependendo do setor do atacado distribuidor, que pode possuir características distintas, podem ser adicionados várias outras funções.

De qualquer forma, a variação de cada um deles inevitavelmente alterará, também, os processos logísticos — no entanto, em uma arquitetura de logística integrada, todos os processos continuam trabalhando juntos em busca da máxima eficiência logística e da redução dos custos logísticos.

A importância da logística integrada para o atacado distribuidor

Como falamos, o comportamento do consumidor mudou. Este foi o grande impulsionador para a integração dos processos logísticos.

Como resultado, aquelas empresas que falharem em criar um processo logístico redondo e unificado, podem se ver ficando para trás da concorrência.

Um departamento de logística não integrado é desconectado e funciona em silos. Cada processo funciona separadamente e favorece atividades que beneficiam apenas um aspecto do negócio (talvez tempo, custo ou precisão, mas não todos os três).

Isso pode trazer economia para uma área, mas custa para outra e também limita o fluxo de informações dentro da empresa, dificultando a mensuração e o ajuste das operações.

As empresas que possuem uma logística integrada aumentam sua flexibilidade para se ajustar às solicitações dos clientes, ações dos concorrentes e eventos dentro da indústria. Elas também reduzem o desperdício e os custos.

No geral, com a integração dos processos logísticos, elas estão ganhando vantagem sobre a concorrência e todos os benefícios do negócio. Então, como essas vantagens atuam nas operações do dia a dia?

Quais os benefícios da integração de processos logísticos?

Os processos logísticos integrados podem oferecer diversos benefícios ao atacado distribuidor, tais como:

Redução dos custos

Em tempos de crise, cortar gastos é fundamental para garantir vantagem competitiva. E o primeiro benefício da logística integrada é, justamente, esse: reduzir os custos gerais da operação.

Isso é conquistado por meio da visão mais abrangente de todas as atividades. A visão completa permite identificar com facilidade problemas e gargalos nos processos logísticos.

Ela também possibilita que esses sejam precisamente alinhados aos objetivos de negócio do atacado distribuidor.

Além disso, a logística integrada permite otimizar o tempo, aumentar a produtividade da frota e realizar entregas mais eficazes (reduzindo os gastos gerais como horas de trabalho dos motoristas e combustível).

Quer ver mais formas de reduzir custos nos processos logísticos? Assista ao MáximaCast especial sobre o assunto antes de continuar lendo nosso artigo!

Diminuição de riscos

Outra vantagem dos processos logísticos integrados é a diminuição dos riscos na operação.

A logística integrada faz a conexão de todas as operações e informações relacionadas à distribuição e entrega dos produtos, incluindo controle, manuseio, armazenamento e distribuição de produtos no caminhão.

Isso, por sua vez, permite identificar e gerenciar o nível de risco geral. Dessa forma, é possível fazer a classificação dos riscos para que ações preventivas possam ser tomadas antes que os riscos se tornem problemas reais.

A redução dos riscos proporcionada pela aplicação de processos logísticos integrados acontece de três formas:

  • Identificação de falhas existentes e aplicação de medidas corretivas imediatas;
  • Gestão e classificação do nível de risco de cada falha identificada por meio de um mapeamento;
  • Visualização de contingências e desenvolvimento de procedimentos eficazes para solucioná-las, caso ocorram.

Leia também: 8 Dicas essenciais para fazer um gerenciamento de risco eficiente

Satisfação das partes interessadas

As partes interessadas de uma empresa, também chamadas de stakeholders, são todos aqueles agentes impactados pela operação dela. No caso do atacado distribuidor, inclui fornecedores, funcionários, varejistas e o consumidor final.

Considerando que a integração dos processos logísticas permite criar uma arquitetura mais organizada e eficiente, é possível garantir a satisfação de todos os agentes impactos por esses processos.

A logística integrada permite oferecer um melhor atendimento ao cliente, além de mais agilidade do processo. Por sua vez, a maior agilidade implica em prazos de entrega sempre atendidos.

Previsão de demanda

Diretamente relacionado ao aumento da visibilidade está a maior capacidade de permanecer à frente da demanda.

Sem a linha de visão fornecida por uma logística integrada, seria virtualmente impossível equilibrar a oferta e a demanda. Com ela, no entanto, o atacado distribuidor fica mais bem posicionado para prever a demanda e agir de acordo.

A cadeia de fornecimento cada vez mais global de hoje precisa ser capaz de acomodar ciclos de vida de produto mais curtos, mercados emergentes e economias flutuantes.

Combinar inovação com logística, finanças e gerenciamento eficaz é uma forma de garantir que as empresas estejam respondendo adequadamente às mudanças na demanda.

Maiores margens de lucro

Os quatro benefícios anteriores se resumem a este: quando a logística é uma máquina eficiente, é mais fácil para as empresas manter e até aumentar sua receita, resultando em margens de lucro mais altas.

Gerenciar com eficácia uma cadeia de suprimentos colaborativa e inovadora pode ajudar o atacado distribuidor a produzir e entregar produtos em uma taxa muito mais rápida e bem-sucedida e, assim, obter uma margem de lucro mais alta.

É fácil de enxergar o porquê disso.

Em primeiro lugar, uma logística integrada permite a roteirização mais inteligente — o que, por sua vez, proporciona à empresa a economia em custos com gasolina e gestão da frota.

Em segundo, a distribuição de entregas e do espaço do caminhão reduzem o número de viagens e permitem que as entregas sejam realizadas no prazo.

O resultado é o aumento da satisfação do cliente, garantindo o abastecimento da cadeia de varejo, e mais negócios para o atacado distribuidor.

Componentes de um sistema de logística integrada

Em um mundo digital, para gerenciar os processos logísticos, as empresas usam sistemas de gerenciamento de logística — uma combinação de ferramentas de software que otimizam todos os processos, desde fazer um pedido até a entrega na porta do cliente.

Abaixo, você conhece as ferramentas que compõem um sistema completo de logística integrada:

Gestão de armazém e inventário

A gestão de armazém e inventário é uma parte importante da logística, pois ajuda a controlar e gerenciar as operações do dia a dia em um depósito.

Ela também pode fornecer uma base sólida de práticas recomendadas da indústria para recebimento, armazenamento, gerenciamento de estoque, processamento de pedidos, reposição, separação / embalagem, bem como carregamento e envio.

Essa gestão também reduz a probabilidade de erros que podem ocorrer quando um produto é despachado, e ajudar uma empresa a atender pedidos mais rapidamente, rastreando instantaneamente os produtos pedidos dentro do armazém.

Gestão de pedidos

Receber e processar um pedido geralmente inclui operações de criação e edição de estoque, gerenciamento de atendimento ao cliente, recebimento de pagamentos, verificação de fraude e manipulação de documentação entre fornecedores, armazenamento e logística.

Para gerenciar os pedidos com eficácia e evitar erros de manuseio duplo, os dados dos pedidos, do estoque, do fornecedor e do cliente devem ser sincronizados em um sistema.

O software de gerenciamento de pedidos recebe pedidos de todos os seus canais de vendas e os monitora desde o momento em que são colocados até a confirmação da entrega pelo cliente.

Sistema de roteirização logística

O sistema de roteirização logística pode ajudar as empresas e profissionais da cadeia de suprimentos a gerenciar o frete e as entregas. Ele também pode auxiliar o usuário a encontrar o melhor modo e taxa para qualquer tipo de remessa, garantido que obtenha o melhor negócio possível.

Os principais recursos incluem a roteirização automática, planejamento de cargas, controle de horas dos motoristas e rastreamento.

O roteirizador também permite automatizar a entrada de pedidos, criar e otimizar remessas e rotas, gerenciar motoristas, agendar coletas e entregas, gerenciar o pátio e se comunicar de forma eficaz com todas as partes interessadas da logística.

Localização em tempo real

A localização em tempo real usa GPS, tags e leitores para identificar, encontrar, rastrear e gerenciar a localização de ativos ou pessoas em tempo real, geralmente dentro de uma área confinada.

As vantagens dos sistemas de localização em tempo real incluem precisão, maior produtividade e excelência operacional para rastrear os objetos desejados.

Os sistemas de localização em tempo real também fornecem alguns benefícios adicionais, como melhoria na segurança e proteção da equipe e operações logísticas mais eficazes.

O exemplo mais comum de sistemas de localização em tempo real é o GPS, que pode facilitar a localização da remessa instantaneamente.

No entanto, além do GPD, utilizado no acompanhamento dos veículos, tags RFID também são comumente utilizadas para acompanhar cada item e sua localização no estoque.

Ouça o MáximaCast, podcast da Máxima e descubra as 6 vantagens em acompanhar as entregas em tempo real!

Comunicação otimizada

A comunicação eficaz também faz parte da logística integrada, tornando-se cada vez mais automatizada, múltipla e rápida.

A logística faz interface com uma ampla gama de funções e organizações em seus processos de comunicação, sendo necessário que a comunicação ocorra entre:

  1. A organização e seus fornecedores e clientes;
  2. As principais funções dentro da organização, como logística, compras e marketing;
  3. A coordenação de armazenamento de material, planejamento de envio e motoristas;
  4. Demais membros da cadeia de abastecimento, como intermediários e clientes secundários ou fornecedores que podem não estar diretamente ligados à empresa.

Conclusão

Os processos logísticos desempenham um papel contínuo e importante para determinar se um cliente recebe o produto certo, no lugar certo, nas condições certas, com o custo certo e na hora certa.

A integração dos processos logísticos, portanto, não só aumenta a satisfação do cliente e das partes interessadas, como também reduz os custos totais para que isso aconteça.

Desta forma, a gestão logística pode contribuir para a eficiência geral do atacado distribuidor, vantagem competitiva e lucratividade.

Gostou de aprender sobre a integração dos processos logísticos? Quer saber o quão integrada está a sua logística? Preencha este formulário e receba uma avaliação gratuita dos nossos especialistas!