descrição de produtos

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Como atacadista distribuidor, você já deve saber a importância que tem a forma como os produtos são exibidos para fechar uma venda. Afinal de contas, o que você vende é importante, mas o que mais importa é COMO você vende. É aí que entra a descrição de produtos.

E isso significa que uma descrição de produtos pode fazer ou quebrar uma venda — especialmente quando falamos de e-commerce B2B.

Enquanto nas vendas presenciais o cliente tem a chance de pegar o produto e atestar sua qualidade com os próprios olhos, nas vendas online a história muda.

Tudo que o cliente tem é a descrição de produtos para determinar se aquele item é realmente aquilo que precisa para seu varejo.

Em resumo, as vendas no e-commerce são baseadas na confiança. Uma descrição eficaz do produto pode beneficiar seus negócios de várias maneiras – por exemplo, pode aumentar suas vendas e diminuir os carrinhos abandonados, dando aos seus clientes mais confiança em comprar aquele produto específico do seu e-commerce B2B.

E essa confiança também pode levar a um relacionamento mais duradouro com seus clientes, pois eles terão menos dúvidas sobre o que compram de você.

Pode não haver uma fórmula reconhecida para escrever a descrição de produtos ideal, mas há certas coisas que, se colocadas em seu mix de escrita, aumentarão suas vendas. Então, arregace as mangas, continue a leitura e confira o que não pode faltar nas suas páginas!

A anatomia de uma página de descrição de produtos excepcional

Se você é novo no comércio eletrônico, ou já está executando uma loja B2B online bem-sucedida, pode não estar ciente da importância do visual merchandising das páginas do produto.

 

 

Estas são as páginas que convencerão as pessoas a comprarem seus produtos ou serviços, portanto, você precisa garantir que elas atraiam seu público.

A boa etiqueta e estrutura da página do produto impulsionará os rankings e ajudará o seu negócio a disparar.

Não desperdice tempo e energia duplicando esforços e reescrevendo catálogos de produtos. Agora, é possível importar conteúdo de produtos de alta qualidade com boas práticas ao seu SEO — as técnicas que fazem suas páginas de produto aparecerem nos primeiros resultados das pesquisas do Google.

Para isso, é preciso se concentrar nos componentes mais importantes que compõem uma página do produto, como uma excelente experiência do usuário, otimização na página e informações detalhadas sobre seu produto ou serviço. Vamos analisar cada um deles a seguir!

 

 

Elementos cruciais de uma página de produto B2B

As páginas de produtos ou serviços B2B precisam incluir muitas informações em um espaço relativamente pequeno.

As compras B2B exigem muito mais tempo para as empresas pesquisarem do que as compras diretas ao cliente final. As empresas B2C tendem a se concentrar em imagens bonitas e descrição de produtos curtas e rápidas, enquanto as B2B precisam de uma grande quantidade de informações, permitindo que os clientes considerem cuidadosamente sua decisão final.

A informação envolvida em uma compra B2B tende a ser mais complexa, tem um processo de tomada de decisão mais longo e, geralmente, envolve stakeholders diferentes.

É importante considerar todas as personas apropriadas do comprador ao mapear uma loja B2B — tente pensar em todas as eventualidades e cenários. Mais abaixo falaremos sobre como considerar seu público na hora de montar sua descrição de produtos.

Lembre-se: a página do seu produto é a página responsável por, finalmente, persuadir as pessoas a comprá-lo.

Então, quais são os componentes cruciais de uma boa página de produto?

  • Título do produto: o título do seu produto é importante. Pode parecer óbvio, mas sem isso, os clientes não poderão encontrar o que desejam. Segmente palavras-chave e torne os títulos dos produtos claros para os visitantes entenderem — os melhores títulos de produtos são claros e o mais próximo possível da descrição de produtos feita pelo fabricante. Você precisa de precisão e consistência;título de produto - descrição de produtos

 

  • Posicionamento do produto: seus produtos devem ser claramente mapeados em sua página — certifique-se de que a primeira impressão do usuário seja boa. Então, você quer que a página do produto tenha um layout muito claro, mantendo as imagens na frente e no centro, com descrições para quem quiser saber mais. Tem demasiada informação para exibir uma página? Crie links para novas páginas e caixas de destaque;descrição de produtos posicionamento do produto

 

  • Informações do produto: isso tende a ser baseado em recursos ou em benefícios, mas é muito importante incluir todas as informações disponíveis. Nunca se sabe o que influenciará a venda, e o ponto de conversão pode ser diferente para cada cliente;descrição de produtos informações do produtodescrição de produtos descrição do produto

 

  • Entre em contato para obter uma cotação: verifique se você tem um forte apelo à ação —  você deseja tanto ter transações rápidas quanto um processo de tomada de decisão favorável para seus clientes. Sinalize que você está pronto para ajudá-los a tomar a decisão certa.descrição de produtos perguntas frequentesQuanto mais você ajudar os clientes a tomarem uma decisão informada, maior a probabilidade de eles converterem vendas, então forneça números de telefone e funções de bate-papo ao vivo em suas páginas de produtos para ajudar no processo de tomada de decisão.

descrição de produtos call to action

A importância da experiência do usuário no e-commerce B2B

A experiência do usuário (ou UX, do inglês User Experience) é um componente crítico de sua página de produtos ou serviços. Sites com navegação complicada e links quebrados levarão usuários para o site do seu concorrente.

A pergunta-chave aqui é: o que seus clientes realmente procurando em sua loja virtual?

A resposta: uma maneira rápida e conveniente de encomendar o produto ou serviço que você oferece OU muitas informações e uma maneira fácil de entrar em contato para uma cotação / registrar seu interesse.

Tire um tempo para usar seu website do ponto de vista do seu público. Existe alguma coisa complicada e irritante que surgiu durante este processo? Talvez, o seu procedimento de check-out garanta que os clientes escrevam toda a história da sua vida antes de poder comprar um produto seu? Isso é um enorme problema. Tente simplificar o processo de compra para o melhor UX possível.

Como fazer isso? Vamos a algumas dicas abaixo:

  • Ofereça conteúdo externo envolvente em suas páginas de produtos, como vídeos e sugestões de produtos úteis (sempre é uma boa ideia fazer sugestões relevantes de produtos para impulsionar as compras dos seus clientes);

 

  • Conheça seus clientes e o que eles estão procurando. Use a pesquisa de palavras-chave para descobrir o que seu mercado-alvo está procurando e encontre as respostas para elas. Isso aumentará a jornada do cliente e criará uma experiência da qual eles sempre se lembrarão. Você pode incluir essas informações nas páginas de perguntas frequentes;

 

  • As fotos de produtos com aparência profissional e as páginas de serviços atraentes despertam interesse e ajudam as pessoas a tomarem uma decisão mais informada sobre o que sua empresa oferece. Verifique se suas imagens são consistentes e de alta resolução;

 

  • As páginas de produtos precisam falar ao tomador de decisões. Você quer persuadi-lo, mostrando porque ele deveria comprar seu produto ou serviço de você, em vez de sua concorrência. O que diferencia seu negócio? Certifique-se de que sua proposta única de vendas (o diferencial que destaca sua empresa) esteja presente.

 

Como montar a descrição de produtos ideal para sua loja

Agora que você já conhece a anatomia que uma página de produto deve ter no seu e-commerce B2B, veja algumas dicas de como montar seu conteúdo:

1. Defina seu público

Antes de começar a escrever a descrição de produtos, é importante definir o perfil do comprador que você deseja atingir. Nesta fase, é precisa considerar o seu comprador: qual é o seu principal mercado?

Para quem eles vão vender esse produto? Eles vão usar a descrição de produtos para revender seus itens (ou seja, em sua loja virtual B2C)? Seus compradores costumam tomar decisões baseadas em preços ou benefícios?

Lembre-se de que você quer tornar o processo de tomada de decisões mais rápido e fácil. Portanto, tente criar uma descrição de produtos que seus compradores considerem atraente, interessante e relevante.


Artigo relacionado:
veja as diferenças estratégicas entre o e-commerce B2B e B2C.

2. Determine o que é essencial

Escrever descrição de produtos é muito parecido com uma história de sucesso: você pode pintar seu produto nas melhores palavras e prosa, mas não vai gerar mais vendas se, no final, seu cliente não conseguir lembrar porque ele deve escolher seu produto.

Uma descrição de produtos vaga não é suficiente. Por quê? Porque elas não são memoráveis.

Veja uma lista de verificação que você deve considerar antes de escrever a descrição de produtos no seu e-commerce B2B:

  • Detalhes do produto – Estes incluem itens como cor, variações, dimensões, material e suas principais funções;

 

  • Usabilidade – Quando, onde e como alguém pode usar seu produto. É sazonal? Há algum acessório extra necessário?

 

  • Vantagem competitiva – Pense porque alguém escolheria (e deveria) seus produtos em detrimento da oferta semelhante de seus concorrentes. Reserve algum tempo para considerar as qualidades e características especiais do seu produto;

 

  • História – Crie uma história por trás de seu produto, pense nas emoções que ele evoca, na experiência que cria e em como ele pode ser melhor usado e consumido.

3. Seja criativo

Então, agora, é hora de sentar para escrever sobre seus produtos. Os marcadores e as tabelas são, em grande parte, usados ​​para destacar as especificações de um produto.

No entanto, eles não são totalmente eficazes por conta própria. Por quê? Porque listas e tabelas não são a melhor maneira de contar uma história.

Em última análise, a história por trás de seu produto também é um ponto-chave de distinção de seus concorrentes. E a maneira como você conta essa história é igualmente importante.

A esse respeito, adicionar um pequeno parágrafo que ajude seu comprador a entender como esse produto pode atender às necessidades de seus clientes e dos clientes deles à lista de especificações e benefícios pode fazer maravilhas em suas vendas.

Ser criativo no mundo do e-commerce B2B pode parecer desafiador (e até mesmo estranho) no começo, mas logo isso se tornará mais fácil e divertido para você.

E aqui vai uma dica para tornar seu fluxo criativo: imagine que você queira descrever seu produto para alguém que acabou de conhecer. Quer você descreva seu produto de uma maneira casual ou formal, é esse espírito de conversação que vai te inspirar para contar histórias.

4. Passe esta lista de verificação

Terminou de escrever sua descrição de produtos? Agora, é hora de revisá-la. E a razão é simples: você precisa ter certeza de que incluiu todas as informações necessárias e tirar o que é apenas “ruído”.

A lista de verificação a seguir inclui todas as perguntas que você precisa fazer ao editar cada uma das descrições de seus produtos:

  • 1 – As características mais importantes do seu produto estão destacadas? Tenha em mente que seus clientes precisam ter uma ideia clara do que estão prestes a comprar. Portanto, certifique-se de mencionar as principais especificações do seu produto e de compartilhar certificações de qualidade relevantes;

 

  • 2 – Os benefícios do produto estão claros para o leitor? Seus principais diferenciais de venda devem ser claros e facilmente identificáveis ​​para seus compradores;

 

  • 3 – A descrição do seu produto está clara e relevante? Certifique-se de que sua história esteja claramente definida e que sua voz converse com seu público;

 

  • 4 – O seu texto está envolvente, cativante e legível? Pense se sua descrição de produtos está realmente focada no seu leitor. Tente melhorar seu conteúdo usando palavras simples e descritivas e certifique-se de que suas frases são curtas. E lembre-se sempre de ficar longe de frases genéricas — elas tiram a sua credibilidade.

 

Crie uma lista de verificação para ajudá-lo a editar as descrições de seus produtos. Dessa forma, você aumentará sua eficácia.

5. Peça feedback

Não tem certeza se você pegou o jeito de sua descrição de produto? Aqui está um truque a ter sempre em mente: os seus clientes são a sua melhor fonte de feedback. Então, vá em frente e peça a alguns dos mais fiéis que compartilhem seus pensamentos sobre as suas descrições de produtos.

Conclusão

Um site profissional dará ao seu negócio online uma vantagem em relação à concorrência, por isso, escolha uma solução que seja bem dimensionada e que se integre a ferramentas que economizem tempo.

Criar a descrição de produtos perfeita é essencial para gerar vendas. Aqueles que não reservam tempo para criar uma página de produto adequada para seu público B2B estarão perdendo uma abundância de lucros.

Crie relações genuínas com os clientes e concentre sua atenção na otimização técnica do seu site para ajudá-lo a superar seus concorrentes.

Gostou de aprender como montar descrições de produtos matadoras? Assine nossa newsletter e receba muito mais dicas como essas diretamente no seu e-mail!

Hebert Balbo

Gestor de Mercado em MáximaTech
Especialista em vendas no segmento atacadista distribuidor com 17 anos de atuação na área e apaixonado por aumentar o desempenho da força de vendas dos clientes Máxima.
Hebert Balbo