Black-Friday

 

Em vez de ler, que tal ouvir este artigo?


Embora a Black Friday tenha surgido como um grande evento para o varejo online, empresas de diversos outros segmentos estão aproveitando a data nos últimos anos. O atacado distribuidor, por exemplo, é um segmento que vem ganhando cada vez mais inserção nesta data.

Quem deseja realizar ações promocionais neste ano, já deve dar início a preparação logística e operacional para o evento, que promete ultrapassar o faturamento em vendas das edições anteriores.

E para você que está em busca de aproveitar todo o potencial da Black Friday 2021, preparamos este guia repleto de dicas e informações sobre como planejar suas ações para este evento. Continue a leitura e saiba mais.

O potencial da Black Friday no Brasil

A Black Friday se tornou conhecida mundialmente pelas promoções na internet e conquistou um lugar como uma das maiores datas do varejo brasileiro. Com início no país em 2010, os resultados obtidos nesta data são maiores a cada ano que passa.

E os números não nos deixam mentir: em 2010, o faturamento total da Black Friday não passou de 3 milhões de reais. No ano seguinte, o faturamento chegou aos 100 milhões, com um ticket médio de R$ 450,00.

Dando um salto para 2018, o comércio faturou 2,5 bilhões de reais. E o valor do ticket médio também subiu, chegando na casa dos R$ 608,00 por compra.

Mas precisamos compreender que ao longo destes 10 anos o mercado passou por várias transformações. Se no princípio essa era uma data do varejo, hoje temos indústria, prestadores de serviços, empresas do atacado distribuidor e vários outros segmentos explorando a Black Friday.

Segundo dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 21% dos empresários brasileiros – do comércio e do ramo de serviços – tinham a intenção de aderir ao dia de promoções da Black Friday em 2020. Trata-se de um grande salto em relação a 2019, quando 16% dos empresários participaram do evento.

E os dados da Black Friday 2020 seguiram reforçando o otimismo em relação à data. Segundo dados da Ebit|Nielsen, foram mais de seis milhões de pedidos gerados, marca 15,5% superior à de 2019, e um ticket médio de R$ 652, 8,3% superior ao do período anterior. Apenas na sexta-feira, o faturamento ficou em R$ 3,1 bilhões (+24,8%), impulsionado por 4,6 milhões de pedidos (+15,7%) e um ticket médio de R$ 679 (+7,8%) –  todas as comparações com o mesmo dia do ano passado.

Saindo das vendas online, podemos usar como base os dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) em parceria com a Cielo, que mostram que os shoppings brasileiros venderam 19,7% mais em 2019 do que em 2018.

Já o índice de lojas físicas, apurado pela FX Retail Analytics em parceria com a F360º, mostrou que as visitas às lojas em geral aumentaram 10,35% em todo o país de 2018 para 2019.

Entenda como organizar a logística da Black Friday no atacado distribuidor

A preparação logística para um evento como a Black Friday não é algo simples. A disputa de preços entre concorrentes está cada vez mais acirrada e as expectativas dos clientes bastante elevadas. Por isso, é importante ficar atento aos seguintes pontos para a realização de um bom trabalho nesta data.

Planeje suas vendas

Com base na experiência de anos anteriores e nas próprias preferências de seus clientes, é necessário pensar no formato das ofertas a serem apresentadas ao público. Para isso, comece realizando um levantamento dos produtos mais procurados e – entre esses itens – identifique quais deles contam com o maior potencial de lucratividade.

Nesse sentido, também é importante estabelecer quais os percentuais de desconto a serem aplicados em cada produto. Quanto a isso, não se esqueça que os consumidores estão cada vez mais críticos em relação ao posicionamento das empresas durante a Black Friday. Por isso, nem cogite inflacionar os preços dos produtos semanas antes do evento, para então oferecer descontos irreais.

Mantenha um controle de estoque assertivo

Como não poderia ser diferente, às expectativas em relação as vendas na Black Friday são sempre as melhores possíveis. Dessa forma, é indispensável manter uma disponibilidade de produtos em estoque compatível com as projeções de faturamento para o período.

Vale destacar que o fato de um número expressivo de clientes não conseguir adquirir os itens anunciados não é nada bom. Afinal de contas, isso passa a impressão de que o atacado distribuidor colocou à venda um número reduzido de produtos em promoção de forma proposital, ainda que essa não tenha sido a intenção dos gestores do negócio.

Simule preços e fretes

Um problema recorrente na Black Friday por parte dos consumidores diz respeito ao frete para a entrega dos produtos. Muitas vezes, a oferta chama bastante a atenção, mas o custo para a entrega é um impedimento para a efetivação da compra.

Para que isso não se torne motivo de frustração para o seu público, seja transparente em relação aos valores dos fretes dos produtos. É interessante, por exemplo, disponibilizar um campo de pesquisa para simulação do custo de entrega. Dessa forma, antes de chegar a fase de pagamento, o usuário poderá conhecer o preço final da operação.

Otimize seus canais de atendimento

Os dias que antecedem a data Black Friday, assim como as semanas seguintes, podem ser de grande movimentação nos canais de atendimento do atacado distribuidor. Isso porque, neste período, é natural que os clientes desejem conhecer mais informações sobre os produtos em promoção.

Também não podemos nos esquecer do pós-venda. Pelo volume significativo de vendas realizadas, é natural que se tenha demandas relacionadas a trocas e devoluções.

A propósito, não se esqueça de deixar expressas todas as condições para a devolução ou substituição de produtos, pois também se trata de um ponto bastante sensível no contexto do planejamento logístico da Black Friday.

Benefícios da Black Friday no atacado distribuidor

No varejo é comum vermos cenas de lojas com filas quilométricas ou sites que saem do ar por conta de tantos acessos simultâneos durante a Black Friday. Certamente esse não é um cenário que podemos esperar no atacado distribuidor. Mas isso não significa que você não possa fechar ótimas vendas se souber aproveitar a data.

Confira os principais benefícios da Black Friday no atacado distribuidor.

Fidelização de clientes

Mostrar que você se preocupa com seus clientes e está engajado em manter uma futura parceria de negócios é a chave para aumentar a confiança da outra parte em sua empresa. E a Black Friday no atacado distribuidor é uma ótima maneira de reforçar isso.

A Black Friday leva a prateleiras vazias no varejo, certo? Mostrar como você está disposto a ajudar seus clientes na preparação para o evento e a enfrentar estoques vazios, é claro, apresentando ofertas valiosas, certamente pode gerar uma grande satisfação.

Agregar valor real e mostrar envolvimento pessoal enfatizará sua responsabilidade e terá um impacto na disposição futura de seus parceiros de negócios em continuar a colaboração com você. Ou seja, estamos falando sobre uma poderosa estratégia para otimizar a fidelização de clientes.

Busca por novos parceiros de negócios

Ofertas relacionadas ao reabastecimento de prateleiras vazias dos varejistas ou colaboração na execução de ações no ponto de venda são boas maneiras de atrair potenciais clientes neste período.

Ou seja, a Black Friday no atacado é uma oportunidade para diversificar e expandir o que você já tem ou encontrar novas maneiras de entregar seu produto aos consumidores – adicionando novos parceiros de negócios aos existentes.

Uma campanha bem planejada pode ser responsável por levar sua marca a inúmeros novos potenciais clientes que ainda não conheciam a proposta do seu negócio. Essa é uma oportunidade incrível para ampliar a presença da marca no mercado.

Entrada em mercados com novos produtos

A Black Friday pode ser o momento perfeito para lançar algo novo no mercado, especialmente considerando a alta rotatividade dos produtos e a aproximação do Natal. Afinal, os varejistas estão de olho em formas de maximizar seus resultados de vendas.

Expansão para novos locais

Você está procurando por novos importadores ou exportadores, novos agentes de entrega, novos pontos de venda ou fornecedores de um local diferente? Talvez haja um mercado específico em que você sempre quis entrar. Ou talvez haja uma certa fonte que você desejou explorar por muito tempo.

A Black Friday é o momento perfeito para pensar sobre isso. Com toda a abertura que existe no mercado nesta época do ano, você tem maiores chances maiores de que seu produto seja vendido para consumidores na Black Friday e no fim de ano.

Aumento das receitas

Como não poderia deixar de ser, um dos maiores benefícios da Black Friday no atacado distribuidor é a possibilidade de aumentar suas receitas. Seja com ofertas atrativas, entrada em novos mercados, início de novas parceiras ou outras ações comerciais, você tem a oportunidade de alavancar os resultados conquistados.

É importante frisar que você não precisa necessariamente explorar descontos nos preços praticados. A chave está em gerar mais valor ao cliente: quanto mais valor você gera, maiores podem ser suas receitas. No entanto, se você decidir que uma estratégia baseada em promoções e ofertas é a melhor escola, você pode se beneficiar dela da mesma forma que as empresas B2C fazem na Black Friday.