Indicadores de performance


Indicadores de performance para o atacado distribuidor
não são estética. Muito pelo contrário: eles são as principais ferramentas de navegação que sua empresa precisam para velejar pelos mares vastos do mercado.

Com uma operação em constante crescimento, é necessário um olhar crítico, focado em alguns pontos principais, como:

– Qual é a situação atual do negócio como um todo;

– Como cada área está se desenvolvendo;

– Qual é a raiz de problemas específicos;

– Qual é o impacto desses problemas;

– Como erradicá-los.

A única maneira de ter esse olhar, de conseguir enxergar o negócio além da sua aparência superficial, é através dos indicadores de performance. Eles se aplicam para todas as áreas do seu negócio, e trazem parâmetros importantes e dados concretos que, simplesmente, precisam ser analisados.

A seguir, conheça quais são os principais indicadores de performance do atacado distribuidor. Acompanhe.

Indicadores de performance Operacionais e Financeiros

A maior parte do entendimento sobre a saúde do negócio acontece aqui, ao identificar seus Ciclos Operacional, Financeiro e Econômico.

Esses são indicadores de performance do atacado, do varejo e de qualquer outro empreendimento: basicamente, eles possibilitam entender se seu fluxo de caixa é positivo ou negativo através de aferições sobre o capital de giro.

O Ciclo Econômico é, basicamente, o tempo em que o seu produto fica em estoque, desde o momento da entrega até sua venda. Cada produto tem o seu, é claro, mas uma média simples pode ser calculada para a criação de um índice que vai interagir com todos os ciclos e trazer mais informações sobre o capital de giro. Esse indicador de performance também facilita a montagem de estoques e a verificação da saída de produtos-chave.

O Ciclo Operacional já engloba desde a estocagem da mercadoria até a venda e recebimento por ela. Quando você tem o conhecimento sobre o tempo necessário para um produto ser vendido – seu Ciclo Econômico -, e em quanto tempo você vai receber dinheiro por essa venda, a estrategização de compras e ações se torna muito menos dependente do capital de giro e, consequentemente, sua operação se torna mais assertiva.

O Ciclo Financeiro é o último desses indicadores de performance e desempenho. Ele já está relacionado com o pagamento dos seus fornecedores e o recebimento pelos produtos que você vende. Com ele bem estabelecido, se torna mais fácil visualizar as condições de crédito da empresa e tomar decisões baseadas nisso.

Giro de estoque

O giro de estoque também é um dos indicadores de performance mais importantes para o atacado distribuidor e para qualquer negócio que trabalhe com grandes movimentações de mercadorias.

Giro de estoque é a definição de um estoque médio – um padrão para abastecimentos – e quantas vezes esse ele é adquirido. Vamos supor que, para um produto específico, você costuma comprar uma quantidade X a cada 15 dias. Se em um semestre passou a comprar 2X nesse período de tempo, isso significa que seu giro de estoque aumentou, então, as vendas estão crescendo.

O giro de estoque permite entender as variações para mais ou menos das compras dos seus produtos, e isso traz muitas informações relacionadas a indicadores de desempenho da loja, do mercado e, é claro, do atacado distribuidor.

Conheça a fórmula para calcular o giro de estoque e padronize seu depósito hoje mesmo!

Indicadores de qualidade

Não existe um indicador de desempenho para o atacado distribuidor que vai explicar exatamente como anda a qualidade dos serviços que você presta. Na verdade, existem vários, cada um voltado para uma área em específica.

Pense nas suas vendas, por exemplo. Seu time precisa da melhor performance, já que esse é um serviço que seu negócio oferece. Se você tem índices de qualidade altos nesse departamento, suas vendas vão subir cada vez mais.

A qualidade costuma envolver, também:

– Índice de devoluções: quantas mercadorias são vendidas e retornam? Por quê?

– Avarias: os produtos estão voltando por estarem quebrados? Há quebras no estoque?

– Tempo de entrega: esse pode parecer um indicador de desempenho de estoque e logística, mas não é bem por aí. O tempo que o pedido circula na empresa impacta diretamente na sua chegada para o cliente.

Indicadores de performance logística

Esses também são extremamente importantes para o atacado distribuidor, já que suas rotas de entrega, paletização, organização do caminhão e índice de sucesso no recebimento estão intrinsecamente relacionadas com a qualidade dos serviços que você oferece.

Além disso, há o aspecto operacional. Se você tem 2 caminhões, a diferença entre uma rota de 20 minutos e outra de 30 nem é tão grande. Mas se você tem 20, essa economia, que pode se tornar diária com um bom planejamento logístico, é uma grande vitória.

O entendimento dos indicadores de performance relacionados à logística depende bastante da sua operação, mas vão desde o micro – como a roteirização de entregas, escolha de rotas e comunicação em tempo real – até o macro, que envolve a empresa inteira. O ideal é acompanhar de perto o máximo possível.

Tudo isso faz parte de um só conceito, com uma aplicação que desabrocha e se transforma em várias: estamos falando do planejamento estratégico. Confira o próximo artigo e saiba mais!